04 novembro 2016

Dica de leitura...Deserto, livro de Leticia Black

Hoje a nossa Dica de Leitura, é de um livro que promete ser sucesso entre os leitores amantes do gênero hot!Com uma escrita irreverente, que garante muitas gargalhadas, e ao mesmo tempo aborda temas com conflitos sociais, Leticia Black, chega com mais um super lançamento para balançar o meio literário.

Sinopse:

"O que você levaria para uma ilha deserta?
Eles levaram sua maior desavença.

Morena e Gustavo trabalham na mesma empresa de arquitetura e urbanismo. Ela é designer de interiores e ele é arquiteto. Ambos são os melhores profissionais de sua área no escritório em que trabalham e, por esse motivo, acabam pegando um ou outro projeto juntos, embora evitem porque se detestam e não conseguem se entender. Porém, quando o esforço é feito, o trabalho fica impecável: a balança entre o vintage de Morena e o moderno de Gustavo faz com que sejam trabalhos únicos.
Por essa questão, ambos acabam de ter o seu último projeto escolhido entre os melhores do ano no Brasil, levando Morena à lista 30 abaixo dos 30 e dando uma levantada ainda maior na carreira dos dois.
A empresa resolveu presenteá-los - e aos outros funcionários reconhecidos em premiações - com uma viagem pela costa brasileira e até o Caribe, onde passariam uma semana de luxo, curtindo o Sol, as praias e toda a mordomia, além das duas semanas no barco, durante a viagem.
O que eles não esperavam é que, logo nos primeiros dias de viagem, em uma bebedeira, acabarem à deriva, sozinhos, em um bote salva-vidas.
E, agora, a sobrevivência dos dois depende deles encontrarem essa balança impecável também em suas vidas pessoais."


Esta capa é perfeita né gente? Linda, estes tons de aquarela, me ganharam no momento em que vi ela sendo divulgada em um grupo do Facebook.
Mas agora que já sabe um pouco do livro, vamos conhecer a Letícia, autora responsável por criar esta história que já é sucesso! Ah, você pode baixar esta história no site da amazon clicando aqui, ou pode ler de graça se tiver o Kindle Ulimited, aproveite!
Adicione á sua estante do skoob


03 novembro 2016

Para Quando eu me for, por Rafael Zoehler

Morrer é uma surpresa. Sempre. Nunca se espera. Nem mesmo o paciente terminal acha que vai morrer hoje ou amanhã. Na semana que vem talvez, mas apenas se a semana que vem continuar sendo na semana que vem.
Nunca se está pronto. Nunca é a hora. Nunca vamos ter feito tudo o que queríamos ter feito. O fim da vida sempre vem de surpresa, fazendo as viúvas chorarem e entediando as crianças que ainda não entendem o que é um velório (Graças a Deus).
Com meu pai não foi diferente. Na verdade, foi mais inesperado. Meu pai se foi com 27 anos, a idade que leva muitos músicos famosos. Jovem. Moço demais. Meu pai não era músico nem famoso, o câncer parece não ter preferência. Ele se foi quando eu ainda era novo, descobri o que era um velório justamente com ele. Eu tinha 8 anos e meio, o suficiente pra sentir saudade pelo resto da vida. Se ele tivesse morrido antes, não haveriam lembranças. Nem dor. Mas também não haveria um pai na minha história. E eu tive um pai.



Tive um pai que era duro e divertido. Que me colocava de castigo com uma piadinha pra não me magoar. Que me dava um beijo na testa antes de dormir. Hábito esse que eu levei para os meus filhos. Que me obrigou a amar o mesmo time que ele e que explicava as coisas de um jeito melhor que a minha mãe. Sabe? Um pai desses que faz falta.
Ele nunca me disse que ia morrer, nem quando já estava deitado cheio de tubos. Meu pai fazia planos para o ano que vem mesmo sabendo que não veria o próximo mês. No ano que vem iríamos pescar, viajar, visitar lugares que nenhum de nós conhecia. O ano que vem seria incrível. Eu vivi esse sonho com ele.
Acho, tenho certeza na verdade, que ele pensava que isso daria sorte. Supersticioso. Pensar no futuro era o jeito dele se manter otimista. O desgraçado me fez rir até o final. Ele sabia. Ele não me contou. Ele não me viu chorar a sua perda.
E de repente o ano que vem acabou antes de começar.
Minha mãe me pegou na escola e fomos ao hospital. O médico deu a notícia com toda a sensibilidade que um médico deixa de ter com os anos. Minha mãe chorou. Ela também tinha um pingo de esperança. Como disse antes, todo mundo tem. Eu senti o golpe. Como assim? Não era só uma doença normal dessas que a gente toma injeção? Pai, como eu te odiei. Você mentiu pra mim. Não fiquei triste, pai, fiquei com raiva. Me senti traído. Gritei de raiva no hospital até perceber que meu pai não estava lá pra me colocar de castigo. Chorei.
Mas aí meu pai foi meu pai de novo. Trazendo uma caixa de sapato debaixo dos braços, uma enfermeira veio me consolar. Dentro, dezenas de envelopes lacrados com frases escritas onde deveriam ficar os nomes dos destinatários. Entre as lágrimas e os soluços não consegui entender direito o que estava acontecendo. E então a mesma enfermeira me entregou uma carta. A única fora da caixa.
“Seu pai me pediu pra entregar essa pessoalmente e te dizer pra abrir. Ele passou a semana inteira escrevendo tudo isso e disse que era pra você. Seja forte.” Disse a enfermeira com um abraço.





02 novembro 2016

5 peças essenciais no closet de toda mulher, por Helena Lunardelli

As mulheres adoram renovar as roupas do closet, isso é fato! Novas tendências surgem a cada estação, fazendo a cabeça e o armário das fashionistas e deixando nós meros mortais alvoroçados para adquirir os últimos lançamentos do mundo da moda.
Mas, ter peças coringas no guarda-roupa ajuda sempre a manter o estilo e garantir o look adequado para qualquer ocasião.
A top blogger Helena Lunardelli, do F*Hits Team, elegeu as cinco peças essenciais no guarda-roupa de uma mulher, confira:



1 – Camisa Branca

A camisa branca é atemporal e combina com todos os estilos. A peça é clássica e não pode faltar no guarda-roupa feminino. Na hora de compor o visual, ela passa a imagem de sofisticação e elegância.

2 – Blazer preto

Ele demonstra a confiança de uma mulher poderosa. O blazer preto é indispensável no closet feminino e pode ser a salvação da reunião de última hora. É uma peça-chave que combina com todas as estações e diversas ocasiões, inclusive, as informais.

3 – Calça jeans

É a peça mais vendida do mundo. Das mais jovens às mais experientes, todo mundo gosta de jeans e combina com vários looks. As mulheres que não dispensam a boa e velha calça jeans devem escolher uma peça lisa, sem detalhes, e com corte tradicional.


01 novembro 2016

Cuide dos Cabelos Crespos e Afros em Casa

Alguns produtos que você pode encontrar no supermercado mais próximo e, por pouco dinheiro, ajudam a definir o seu ciclo e ter o cabelo como você sempre sonhou.
Lembre-se também que para ter cachos bonitos, é muito importante o uso de shampoos e condicionadores especialmente adequados para cuidar dos cabelos encaracolados, você deve evitar  longa exposição ao sol, ter uma dieta saudável e equilibrada, consumir cerca de dois litros de água por dia e usar um escudo térmico quando utilizar o secador.
Se você praticar estes bons hábitos e combinar com remédios caseiros, você poderá se gabar do cabelo hidratado, brilhante e definido sempre!


1. Shampoo, com lavagem e enxague conforme necessário.

Cabelo natural é muito poroso, o couro cabeludo e cabelos precisam ser limpos e reidratados pelo menos, a cada 4-5 dias e, por vezes, até antes disso.
Um couro cabeludo limpo promove o crescimento do cabelo saudável através da remoção de pele morta, e outros detritos indesejados. Limpeza mais freqüentemente do que uma vez por semana ou duas vezes por semana é perfeitamente ok, se você estiver usando um shampoo livre de sulfato e suave.

2. Prestar atenção nos seus fios

Várias vezes prestamos menos a atenção para a parte mais antiga do nosso cabelo, as extremidades. Elas são a última parte que recebem umidade e produto, mas são as primeiras a perder a sujeira. 
Além de corte de divisão danificando extremidades, você deve aplicar o produto para esse fim. Sempre hidratar e selar seus fios.

3. Menos manipulação

Não use pente ou escova no cabelo firmemente enrolado diariamente. A manipulação ou estilos de proteção, como torções ou tranças, não protegem o cabelo de quebra manual e perda de umidade. 




4. Trabalho em seções

Tudo que deve ser feito são 4-6 seções, desde a lavagem ao condicionamento de hidratação para desembaraçar. Estes garantem a cobertura total.

5. Óleos penetrantes funcionam melhor

A manteiga de karité é um hidratante natural, para selar a umidade. Óleos mais leves, como coco ou azeite, realmente absorvem no cabelo, dando-lhe a capacidade de fortalecer e reforçar a estrutura interna do cabelo. 

6. O secador com capuz é seu Amigo

Mesmo que o secador com capuz tenha uma má reputação, não acho que prejudique o cabelo se usado corretamente. 
Na verdade, há uma maior probabilidade de dano de calor com secadores de cabelo do que jamais com secadores de capuz, secadores de capuz é fonte de calor indireta ou difusa. 
Com calor indireto, há pouca ou nenhuma chance de danos causados pelo calor.


Páginação - Não altere este gadget!





© de tudo um pouco - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESENVOLVIDO POR Horion Agência Digital