profiss

29 abril 2016

Resenha O Conto do Mundo Perdido, Jefferson Andrade

"Há muito tempo duas grandes raças surgiram, a dos gigantes de gelo e a dos deuses, cada uma tendo seus próprios poderes e seu líder, no caso dos gigantes Ymir e no caso dos deuses era Odin. O poder das duas raças se equiparava, e ambas eram dotadas da imortalidade, mas havia uma diferença muito grande entre elas: enquanto que os deuses visavam utilizar seus poderes para prosperar o mundo que habitavam, os gigantes tinham uma única meta em suas vidas, destruir tudo em seus caminhos...''
Histórias da cosmologia do mundo surgem nas mais diversas religiões, todas encaradas como simples crendices de povos antigos. Mas e se não fosse assim tão simples? E se esses deuses e monstros antigos ainda pudessem existir, além de um mundo imaginário?
Nesta aventura, Willian Gregory, um jovem tenente do exército americano, se depara com um mundo mágico e extremamente perigoso, capaz de saltar aos olhos não só pelo fascínio, mas também pelo terror. Em uma incrível jornada dentro do mundo da mitologia nórdica, ele irá se defrontar com seres como elfos, anões e goblins, e carregará o fardo da sobrevivência de povos estranhos a ele, mas cujas quedas podem gerar consequências catastróficas em nosso mundo."




Título: O Conto do Mundo Perdido ( série As Crônicas do Ragnarok)
ISBN-13: 9788581133119
ISBN-10: 8581133118
Autor: Jefferson Andrade
Editora: Kiron
Páginas: 331

Sinopse:

Gregory começou seu dia achando que seria apenas mais um junto com seu pelotão no Afeganistão. Quando saiu para uma patrulha de rotina, e foi emboscado por forças inimigas, Gregory sem querer acabou por entrar em um mundo paralelo, onde criaturas sobrenaturais e seres imortais reinavam. Nada parecia poder piorar seu dia, até que descobre que pode fazer parte deste mundo e ser o único capaz de derrotar um terrível inimigo.
Com novos companheiros no mínimo inusitados, Gregory partirá numa jornada mágica em busca da verdade sobre o seu passado, carregando consigo o fardo da sobrevivência não só daquele novo mundo, mas de sua terra natal também.


Um Encontro fatal, Priscila Ferreira

Hoje a dica de leitura é muito mais que especial!
O grupo Viciadas em Literatura Nacional idealizou um lindo projeto, chamado Adote um autor nacional, este projeto tem como base apoiar, incentivar e claro divulgar a literatura do nosso país.

No projeto, cada leitor "adotaria" um escritor, e ficaria encarregando de divulgar durante 10 dias o seu "filho literário".

E hoje vim apresentar para vocês, a minha filha linda, Priscila Ferreira ( não é a cara da mãe? U.u)


Priscila Ferreira, 29 anos, Pernambucana. Cursou Licenciatura em Física na Universidade Federal Rural de Pernambuco e posteriormente se formou em Gestão Financeira na FBV. 
Leitora compulsiva e amante do gênero policial, tem mania de ler a última página primeiro.  Extremamente competitiva, decidiu cumprir um desafio e escrever um livro, seu primeiro Romance - Um Encontro Fatal, que foi lançando pela Editora Tribo das Letras, na Bienal do RJ em Set/15. 

Atualmente mora em uma belíssima praia do litoral sul de Pernambuco com esposo e filha.


25 abril 2016

Profissão Escritor, Rebbeca Cruz

O pedido foi esse: relate dificuldades e vantagens de ser escritor. Bem, esse tema tende a ser muito amplo e complexo. Explico porquê. Ser escritor, infelizmente, para a maioria não é uma profissão única. Nossa realidade é muito diferente das imaginadas pelos nossos leitores. Idealizam-nos como seres que sentam diante do computador e colocam a imaginação á fluir, descrevendo fatos da nossa mente, relatando em páginas - muitas ou não - ideias e pensamentos que muitas vezes, nunca vivemos mas que conseguimos escrever de modo á levar pessoas á sonharem e extravasarem no mundo da imaginação. Em parte, digo que muitos estão corretos, porque graças á Deus, temos esse dom mesmo. Mas na prática, nossa vida diante do computador é totalmente dependente de rotinas. 
Primeiro: temos outro trabalho. Seja 8 horas com uma de folga, nos restam a noite e madrugada e certamente, interromperemos nossa escrita para acordar cedo no dia seguinte porque teremos mais 8 horas diárias. Ou ainda, trabalhamos em casa, sim "donas ou donos do lar" que têm filhos, contas, casa e marido ou esposa... uma família inteira para cuidar. 
Segundo: Não temos todo o retorno financeiro, se comparado á um escritor Best Seller internacional, que lança livros bons ou ruins, e que podem viver apenas disso. Aqui no Brasil, viver de escrever tende a ser muito difícil. 
Terceiro e último, editoras são fechadas. Muitos de nós, diante disso, tendem a buscar a autoria independente, onde a divulgação e venda é totalmente 100% sua própria responsabilidade. Isso não é de todo ruim, a autoria independente. Mas lá em cima, disse que existem as vantagens e desvantagens e isso cabe bem nesse termo (autoria independente). 
Ter uma editora também tem esses dois lados. Você pode estar em uma editora, mas existe um "contrato" que na maioria das vezes beneficia ambos, mas a maioria deles, possuem termos e cláusulas comuns. Ou seja, o escritor sucumbe ou não á isso. Finalmente, devo dizer que ser escritor aqui - entenda como cidade, estado ou país - é algo como um desafio. 
Tal como um advogado que se forma e necessita de prestar o exame da OAB para advogar; tal como um médico necessita prestar residência, para se tornar doutor... assim o escritor deve prestar a maior prova estabelecida dentro do desafio literário: a aprovação do leitor.

22 abril 2016

Nasce um Empreendedor, Cia das Letras

Neste momento de crise, muitos brasileiros tem criado seu próprio negócio, mas esta não é uma tarefa fácil, visto que muitas empresas fecham no primeiro ano após a inauguração, mas agora quem deseja abrir seu próprio negócio e se tornar empreendedor, pode ter uma nova visão sobre como conquistar seu espaço no mercado.
A editora Companhia das Letras, acaba de lançar o livro "Nasce um Empreendedor, dos autores Donny De Nuccio e 
Bob Wollheim e que chega ao mercado com dicas e reflexões para auxiliar aqueles que pretendem se ingressar no mercado de trabalho com seu próprio negócio.



SINOPSE

De acordo com uma pesquisa da Endeavor, 76% dos brasileiros gostariam de abrir um negócio próprio. Seja pelo anseio de deixar seu legado no mundo, pela ambição de construir uma empresa líder ou simplesmente pela vontade de não ter um chefe, o sonho de empreender faz brilhar os olhos das novas gerações.

Mas construir um negócio de sucesso não é fácil. Por onde começar? Como se preparar para a montanha-russa emocional e financeira pela qual você deve passar? Quais são as principais armadilhas a serem evitadas?
Em Nasce um empreendedor, Dony de Nuccio e Bob Wollheim respondem a essas perguntas de forma simples, direta e divertida. De quebra, ainda reúnem os maiores e mais influentes empreendedores do país, que dão dicas e depoimentos imperdíveis para quem quer se aventurar nesse universo tão desafiador quanto fascinante.


21 abril 2016

Top five...Dicas para um cabelo saudável

Cuidar do seu cabelo é tão importante quanto cuidar de qualquer outra parte do nosso corpo. Embora façamos todo o possível para encobrir partes do nosso corpo, é nosso cabelo que fica em contato direto com os raios do sol, poluição, sujeira e outros tipos de produtos químicos.
Não importa o quanto você tente, logo percebe que é difícil manter o cabelo saudável de forma adequada.
Neste artigo você encontra algumas dicas e truques para ter um cabelo sempre bonito.



Dicas para obter o cabelo saudável e brilhantes:

1. Lave o cabelo corretamente:
O recomendado é que o cabelo não seja lavado todos os dias. Massagear o couro cabeludo com a ajuda de um shampoo pode melhorar a circulação do sangue e também são capazes de prevenir a caspa.
Você pode usar shampoos químicos ou alguma mistura de óleos naturais para lavar os cabelos. A quantidade de benefícios associados com óleos naturais é bem maior do que os químicos.
Eles são também capazes de atuar como bons condicionadores de cabelo, especialmente quando utilizados juntamente com outros óleos veiculares. Não importa quais itens que você usa, certifique-se de limpar o cabelo com água fria e mineral para evitar que os resíduos vão para o cabelo. Alguns desses óleos naturais que você pode fazer uso de óleo é abacate, azeite de oliva, óleo de jojoba, etc.

2. Os tratamentos especiais para o cabelo;
É uma boa prática para realizar certos tratamentos especiais no cabelo como condicionamento profundo ou hidratante com a ajuda de óleos naturais. Cabelo condicionado deve ser feito pelo menos duas vezes por semana.
Eles são capazes de penetrar profundamente no cabelo e proporcionar um efeito de cura. Máscara de cabelo é uma forma eficaz de tratar o cabelo, óleo de abacate é uma combinação perfeita para este tratamento. Aplicando após o banho também é considerado como um método muito bom, isso vai fazer com que seu cabelo fique mais flexível.



20 abril 2016

Entrevista com o cantor mineiro Tomm

Que Minas Gerais é uma terra de grandes talentos disso ninguém duvida! Grandes astros da música nacional saíram do estado de Minas para o país e por que não, para o mundo?
E há mais um grande talento surgindo da terra dos "come quieto", embora que de quieto TOMM não tenha nada, pelo contrário, o cantor de 18 anos, compositor de sua música de estréia chegou fazendo barulho e garante que veio pra ficar.
Apesar de a música se chamar "Não Me Olha Assim", é impossível não olhar para este mineiro de Belo Horizonte, que vive em Conselheiro Lafaiete, cheio de estilo e com um som que tem tudo pra dominar, nesta entrevista o cantor nos  fala sobre como começou no meio musical, nos revela quais são seus próximos projetos e como tem sido e a receptividade do seu público!
vamos conhecer?




1- Olá Welligton, primeiramente é um prazer recebê-lo no De tudo um pouco.

Olá Silvânia! Será um prazer responder às suas perguntas, vamos lá!


2- Sua música de estréia "Não me Olha Assim" tem recebido muitos elogios do público, como você se sente com toda esta repercussão, sendo que você é o compositor da mesma?

R: Bom, como compositor é um grande prazer poder perceber que as pessoas conseguem absorver a mensagem que eu quis passar quando a escrevei, afinal eu entendo que a música trate disso, de transmitir alguma coisa para quem ouve, quando recebo os elogios percebo que as pessoas estão compreendendo minha mensagem .

3- Como funciona  escolha do seu repertorio para shows?


R: Já a respeito do repertório,  procuro ser o mais eclético possível, mas encaixando as músicas ao ambiente e ao publico presente, busco também não fugir muito do pop, que é a minha essência . Até mesmo para que o show funcione como um todo, demonstrando clareza .


4- O estilo que escolheu para cantar, se deve a alguma influência musical?

R: Bom, posso dizer que sim. Desde pequeno, o pop sempre esteve presente entre os estilos que eu escutava em casa. Mas agora estou passando por uma fase de mudanças, tanto em meu conceito de carreira, quanto na vida pessoal mesmo, acaba sendo um reflexo, e eu sabia que essa hora viria, é como se o tempo me cobrasse mais amadurecimento e clareza sobre as minhas músicas, é como se a mensagem a ser dita, seja outra, e é também uma transição para onde eu planejei estar daqui um tempo. Boas coisas estão por vir, vamos aguardar .

19 abril 2016

O que se esconde atrás do golpe


Sobre as votações pró impeachment

Ano passado vivemos uma guerra nas câmaras municipais do país em torno da discussão sobre a chamada "ideologia de gênero".

Todas as menções a importância de discutir violência contra mulher, sexualidade, igualdade de gênero, racismo foram tiradas dos planos municipais de educação e, hoje, ainda circula projetos de lei de prisão para professores que discutem isso nas escolas.
Qual o argumento principal? Que este debate coloca em risco a família tradicional brasileira.
A tragédia de ontem já havia sido anunciada!!
Pois bem, ontem o medidor do discurso catastrófico dos deputados acontecia quando começavam com os dizeres "pela minha família", "por meus filhos", "por Deus, eu voto sim".
Quando essas frases eram ditas a gente já sabia que o voto seria pelo impedimento e que, seria provável, que o parlamentar pudesse, inclusive, defender a ditadura militar, os militares e esta moral familiar.
Eu estava no Anhangabau e os gemidos de lamento e decepção aconteciam ao dizerem "família", porque nada de bom viria depois! 
Que família é essa defendida por esses cristãos e porque  não convence ninguém ?
Não sejam ingênuos! 



Nosso país nos últimos anos teve um avanço enorme em direção a distribuição de renda, a população pobre e negra desse país consegue ter melhor qualidade de vida e acesso a universidade; as mulheres têm ocupado posições de liderança e tem conseguido, muitas vezes, cuidar de seus filhos sozinhas ou mesmo conseguido sair do único destino que lhes cabia, o de cuidar do lar; os gays, lésbicas e trans tem ganhado espaços de visibilidade, etc.
Essa família defendida pelos parlamentares é branca, é heterossexual, é composta por um pai e uma mãe, sem espaços para as mães solteiras, para as mulheres negras, para os filhos gays, para mulheres atuantes na política!

18 abril 2016

Resenha,A Hora da Verdade, Neiva Merielle

Vamos de resenha de nacional?
Quando eu finalizei a leitura deste livro há um tempo atrás eu pensei, já está na lista das releituras do fim de ano! O por quê? Simples, este é um daqueles livros que você lê e relê diversas vezes e em todas tira dele uma sensação diferente.
Em A Hora da Verdade Neiva Merielle nos apresenta ao que apelidei carinhosamente de "quarteto fantástico", Léo, Hector, Fabi, e Rafa, dois irmãos e duas irmãs, que por coincidência do acaso, ou ironia do destino, tem seus caminhos traçados e predestinados a um futuro que pode ser amargo e ao mesmo tempo docemente surpreendente.
Capa aberta do livro #Perfeita!
SINOPSE

Rafaela Donnelly e Fabi, sua irmã, deixaram para trás uma vida conturbada e cheia de mistérios para viver uma aventura e descobrirem quais eram os segredos que seu pai guardava a sete chaves. Mas na pequena cidade Bella Ciudad, fronteira do Brasil com o Uruguai, o destino de ambas muda completamente quando conhecem os irmãos Leonardo e Hector Martins.
Para Leo, atrás da aparência fria e distante de Rafaela havia uma mulher doce e romântica, mas sua obrigação era vingar seu povo que fora vítima da maldade desta bela, porém, para conseguir seu objetivo teria que passar por cima da forte atração que os unia. Não seria tão fácil como planejara....
Já para Rafa era uma questão de tempo, até que aquele homem tão lindo, quanto arrogante, percebesse o tamanho da injustiça que cometera... Mas... por quanto tempo conseguiria manter seus segredos escondidos do homem para o qual entregara o coração.



16 abril 2016

Eu preciso do feminismo, por Fernanda Vicente




Eu sou feminista porque sou bombardeada diariamente pelo machismo desde que nasci.
Eu sou feminista porque tenho medo de andar na rua a qualquer hora do dia, porque sempre estarei vulnerável ao estupro e ao assédio
Eu sou feminista porque se for vítima de qualquer tipo de violência a culpa recairá sobre mim.
Eu sou feminista porque ainda sou julgada pela roupa que uso, pelos palavrões que falo e pelos parceiros que tive ou tenho.
Eu sou feminista porque não vivo em um Estado laico e ele ainda legisla sobre o meu útero
Eu sou feminista porque sou estimulada a rivalizar com mulheres e acreditar que elas são minhas inimigas.
Eu sou feminista porque ainda me é imposto o tempo todo padrões de beleza.
Eu sou feminista porque homens recebem salários 30% maiores que as mulheres.
Eu sou feminista porque sempre precisei gritar para que me ouvissem
Eu sou feminista porque sempre tenho minha palavra duvidada
Eu sou feminista porque quando aponto algo problemático sou taxada de louca, exagerada, nervosinha, surtada, histérica e criadora de caso.
Eu sou feminista porque a maternidade é compulsória e romantizada
Eu sou feminista porque 15 mulheres são mortas por dia no Brasil.
Eu sou feminista porque a cada 12 segundos uma mulher é estuprada.
Eu sou feminista porque o Brasil ocupa o quinto lugar em um ranking mundial de países que mais matam mulheres
Eu sou feminista porque não existe lugar seguro quando se é mulher.
Eu sou feminista não porque quero, mas porque preciso.
E preciso para me manter viva enquanto o mundo me quer morta.




Curta nossa página para não perder postagem do blog.
Já está participando do sorteio de 20 livros que estamos fazendo em parceria com o blog Café com Livros?
Não? Então clique aqui e participe. São 20 livros e 2 ganhadores.


15 abril 2016

Quotes, As Grandes Aventuras de Daniella

A semana especial da Daniella, chega ao fim e hoje trouxe alguns quotes com trechos do livro para que vocês possam acompanhar um pouquinhos da aventuras da Dani.
A semana especial acaba, mas as aventuras desta protagonista, que tanto tem a nos ensinar continua, e para que você possa acompanhar todas elas, basta adquirir seu exemplar no site da editora Arwen, com preço especial de lançamento. E você ainda pode escolher entre 2 opções de capa, o já tradicional formato brochura, ou uma edição de luxo, maravilhosa em formato hardcover ( capa dura).







Profissão Escritor, Vagner Leite de Araujo!

Dicas para ser um escritor, prepotente? Sim, eu sei
Inícios, tropeços e musiquinhas
por Vagner Leite de Araújo.
Eu me lembro de muita coisa que me trouxe pra onde estou hoje, lembro que já desde criança eu gostava de contar uma historinha ou outra pra turma na sala de aula da Casinha Feliz, do Salles Freitas e também pros amiguinhos da Rua Porto Brilhante, de terror principalmente... Também me lembro que, entre meus tios e primarada mais velha, eu contava as melhores piores piadas nas festinhas de família e, que em certo breve momento da minha infância, o pequeno Vagner encostou a ponta da caneta nas linhas de um caderninho que encheu de pequenas historinhas de super espiões e possivelmente dinossauros (eu colocava dinossauros em tudo que via, era praticamente um Ross Geller, the cutest kid from the Paleonthology department), lembro que também faltou luz nesse dia, mas apesar do calor eu continuei debruçado sobre a mesa, com uma vela e uma esferográfica vermelha, lembro como se estivesse fazendo isso ainda ontem.




Eu também me lembro da primeiríssima história que escrevi, uma folha frente e verso sobre um homem que ao adentrar a casa de um cientista malvado e louco, encontra uma máquina do tempo (sim, teve dinossauros na história, logicamente) e depois de algumas fugazmente narradas (desconto, eu tinha 8 ou 9 anos) confusões, a máquina do tempo é destruída (ao menos com certa idade eu já possuía um certo bom senso sobre os perigos de viagens ao passado, com ou sem máquinas do tempo).
É engraçado como hoje, com 20 anos de idade e um filho na fila da revisão, eu olho pra trás e percebo como tudo foi se formando dentro de mim pra que eu chegasse nesse momento que vivo e, se Deus quiser, todos os outros que se seguirão.
Com todas essas lembranças um tanto longínquas bem estabelecidas, é claro que me lembro vividamente de fatos mais recentes que, assim como o massacre da família Castle ou o assassinato do tio Bem, me tornaram no que sou hoje.
Eu lembro exatamente do momento em que comecei a escrever pra valer, foi uma manhã em que eu descobri que existiam dias nos quais você simplesmente gostaria de ser outra pessoa, em outro lugar e, se possível, com alguns super poderes básicos pra trabalhar a auto estima.
Mais tarde, quando eu finalmente percebi que esses dias nunca iriam parar de chegar, eu me tornei Escritor (além desse motivo super profundo eu também queria impressionar as meninas, não era muito bonito com 15 anos então tive que investir em outros perks).
Concluída essa breve Origins, eu gostaria de compartilhar com vocês um pouquinho das minhas experiências como Escritor, seria um pouco prepotente taxar isso como “Dicas para ser um Escritor”, mas bem... eu sou assim.

14 abril 2016

As Grandes Aventuras de Daniella, no Wattpad

Esta semana vocês tem acompanhado a divulgação especial que estamos fazendo do livro As Grandes Aventuras de Daniella, da escritora L.L.Alves, e você sabia que você pode ler o livro no wattpad, ou no Issu?

Pois é! A Lú ( Luene, é o nome da autora do livro) disponibilizou uma degustação dos livros, para que os leitores pudessem conhecer a Dani.




As Grandes Aventuras de Daniella é um romance que lida com autoestima sob a perspectiva de uma personagem acima do peso. Daniella Fagundes é desastrada e sem papas na língua, mas é um amor de pessoa. O foco da história é o cômico, com situações engraçadas e que apresentam o dia a dia da personagem. No enredo, ela vai passar por uma série de "aventuras" para se descobrir e aprender a se amar. Com um toque de sensualidade, Dani aprenderá a gostar do que vê refletido no espelho, mesmo que não siga o padrão irreal que estampa as revistas. É um livro sobre como a sociedade nos pressiona a sermos perfeitos e o quanto isso nos desgasta, mas que com muita luta conseguimos nos libertar e começar a cultivar o amor próprio.


Dica de leitura, As Moedas do Reino- Hellen Silva

O De tudo um Pouco, fechou parceria com a escritora Hellen silva, autora do livro As Moedas do Reino, lançado pela editora Giostri.
Vamos conhecer mais da autora e sua obra?





Hellen Silva é natural de Anicuns – GO. 
Leitora inveterada e grande admiradora de Machado de Assis, e Uma Moeda a Deriva é seu livro de estreia.

13 abril 2016

Desejo,de L.L.Alves, de graça na amazon

O conto “Desejo”, prequel de As Grandes Aventuras de Daniella, está de graça na Amazon durante toda essa semana especial de divulgação.. 
Não perca a oportunidade de descobrir como Dani e Thiago se conheceram. 




Sinopse:

Daniella passa pelos dilemas mais comuns da vida adulta e precisará entender que o importante não é quantos quilos a balança exibe, mas o que sentimos ao nos olhar no espelho. Com uma pitada de humor e erotismo, nossa protagonista encontrará alguém que inesperadamente lhe mostrará que a vida merece ser vivida ao máximo, jamais ignorando seus anseios.
Desejo é um conto sexy que aborda temas do cotidiano e mostra como se sentir bem consigo mesma é a chave para a felicidade.

Entrevista com autor Fabio de Jesus

Hoje vamos de entrevista!!!
Já estavam com saudades? Eu também!
Lembrando que se você quer ser entrevistado( a), basta enviar e-mail para umpoucodetudo01@gmail. com, que faremos a entrevista com prazer.
Não é apenas para escritor, mas também blogueiros, empresários...mas vamos a entrevista!

O entrevistado de hoje é o escritor Fábio de Jesus, autor do recém lançado Dois Extremos, livro de contos  publicado pela editora Drago.




"Os quatro contos que escrevo neste livro, tratam-se de pura ficção. Poderia até ser verdade, sim, histórias que estão em todos nós. Pelo menos, em uma delas você vai se espelhar, ver se aconteceu com você, ou algum ente de sua família, amigos ou vizinhos. Espero que divirtam-se com esses contos que apresentam diferentes propostas."
Adicione á sua estante do skoob

12 abril 2016

Pré venda, As Grandes Aventuras de Daniella

As Grandes Aventuras de Daniella é um romance que lida com autoestima sob a perspectiva de uma personagem acima do peso. 
Daniella Fagundes é desastrada e sem papas na língua, mas é um amor de pessoa. O foco da história é o cômico, com situações engraçadas e que apresentam o dia a dia da personagem. 
No enredo, ela vai passar por uma série de "aventuras" para se descobrir e aprender a se amar. Com um toque de sensualidade, Dani aprenderá a gostar do que vê refletido no espelho, mesmo que não siga o padrão irreal que estampa as revistas. 
É um livro sobre como a sociedade nos pressiona a sermos perfeitos e o quanto isso nos desgasta, mas que com muita luta conseguimos nos libertar e começar a cultivar o amor próprio.


"Estava cansada de ser escrava daquela sociedade, dos costumes e das leis que ditavam para ela." 

(As Grandes Aventuras de Daniella, L. L. Alves)

Adquira seu exemplar em formato brochura ou hardcover no site da editora Arwen, com brindes especiais e preço promocional!
Adicione o livro á sua estante do Skoob.















Resenha do livro Hibrida, Mari Scotti

Hoje a resenha é de um livro muito especial, comprei este livro em uma promoção na Saraiva e foi sem duvidas uma maravilhosa aquisição.
Até então, eu não conhecia a autora Mari Scotti, mas foi através dele que conheci e me encantei por sua obra.
Mari Scotti escreve de forma única, procura focar em pontos fortes dos personagens, e tem aquele dom mágico de transportar o leitor para dentro da história.

Foto
Hibrida, é o primeiro livro da série Neblina e Escuridão, que teve seu segundo volume Guardião, lançado recentemente, e neste livro a autora nos apresenta aos personagens centrais de uma trama que envolve amor, paixão...suspense, traições e mistérios.



Título: Hibrida
Autora: Mari Scotti 

ISBN-13: 9788576799542
ISBN-10: 8576799545
Ano: 2013
Páginas: 360

Idioma: português 
Editora: Novo Século

Sinopse:

Por toda vida Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobisomem como era esperado, e afastava-se cada vez mais desta natureza. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina. Há quase cem anos a rainha dos vampiros fora sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei omisso e cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une a maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo a morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que o que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.





11 abril 2016

Conheça o chick-lit As GrandesAventuras de Daniella, da escritora L. L. Alves

As Grandes Aventuras de Daniella, está em pré venda.
Sim, aquele livro que foi sucesso de público no wattpad, agora pode ser adquirido em formato físico através do site da editora Arwen.








Título: As GRANDES Aventuras de Daniella
Autor: L. L. Alves
Gênero: Chick-lit
Editora: Arwen


Sinopse:

Bom, o que eu tenho a dizer sobre esta história maluca que estou prestes a contar? É simples: vocês não vão acreditar. Sério mesmo. Vai parecer loucura, com minha boca suja, dois pés esquerdos, noites inusitadas e quilinhos a mais (muito mais, mas não vamos entrar em detalhes...). Mas vou fazer o quê? É a verdade. E eu vou contar para vocês porque... Sei lá. Na verdade, eu nem devia estar contando, alguns de vocês vão se chocar.
Ainda está aqui? Bom, o risco é todo seu. Prepare-se.
Ah, é verdade, esqueci de me apresentar (típico). Meu nome é Daniella Fagundes, vinte e oito anos, namoro com o Thiago há dois anos e posso dizer que tudo está mais que perfeito! (xi, exagerei agora, né?). Também adoro comer e sou diferente de qualquer outra mulher que já tenha contado sua história para vocês. Por quê? Porque sou uma daquelas mulheres conhecida como gordinha. Sabe como é? Eles não se referem a mim como a sagaz Daniella ou a superconfiante Daniella. Sou apenas a gordinha do grupo. Sempre tem que ter um, não é?
Bom, é isso aí, acho que deu para entender. Afinal, vocês estão prestes a conhecer as minhas aventuras de autoconhecimento e de... Comece a ler, ué. Não quer perder um segundo, quer?

Gostaram? Então veja que super novidade, o livro pode ser adquirido em formato brochura, ou hardcover, sim meu povo, aquele formato divo de luxo, capa dura e ainda tem desconto exclusivo na compra durante a pré-venda
Aproveite, acesse o link e adquira já o seu!


Quer conhecer mais da escritora e de suas obras? Veja a entrevista que fizemos com a mesma aqui no blog neste link


09 abril 2016

Por um feminismo de raça, classe e gênero

Sou feminista, branca, classe média, trabalhadora e cisgênera. Eu sou oprimida em alguns aspectos da minha vida. Sou mulher e como tal enfrento desafios diários, como: andar na rua tarde da noite, sofrer assédios em espaços públicos e ter um estado que legisla sobre meu corpo. 
Essas são algumas das muitas opressões diárias. Mas eu preciso entender os privilégios que me cercam. Embora o gênero me una a mulheres negras e transgêneras, nossas opressões se divergem em vários momentos.
Enquanto as feministas brancas da primeira onda estavam lutando pelo sufrágio, as negras estavam lutando para ser reconhecidas como gente. Enquanto as feministas brancas estavam lutando contra a opressão machista do marido, as negras estavam esfregando o chão da casa delas e as trans, apanhando em Stonewall (e vale lembrar que as trans foram varridas da memória de Stonewall, que passou a ser símbolo de luta de homens gays brancos cisgêneros). 
Enquanto a branca luta contra a violência obstétrica, a negra luta para não ser objetificada e a trans luta para não morrer na rua. São estágios muito diferentes de opressão e não dá pra nivelar tudo no mesmo patamar. 
Gênero nos une e as outras opressões nos separam em determinado momento.




O feminismo deve ser para todas, deve abraçar todas. Ou ele será para a negra, branca, periférica, cisgênera, transgênera, lésbica, heterossexual, mãe, trabalhadora, gorda ou magra, ou ele não será para ninguém. Por um feminismo que acolha todas as mulheres sem exceção.
Pequeno glossário sobre alguns termos que uso nesse texto:
Cisgênera: a pessoa cisgênera ou cis é aquela que se identifica com o gênero designado ao nascer, ou seja, uma pessoa de vagina, que, dita mulher ao nascer, se identifica com o gênero feminino.
Transgênera: a pessoa trans não se identifica com o gênero designado ao nascer, mas sim com outro gênero.
Primeira onda feminista: O feminismo é dividido em três ondas. A primeira onda foi basicamente a luta das mulheres pelos seu direito ao voto (sufrágio). Aqui no Brasil, Bertha Lutz e Nivia Floresta foram duas sufragistas importantes.
Stonewall: A rebelião de Stonewall foi uma série de violentas manifestações espontâneas de membros da comunidade LGBT contra uma invasão da polícia, que aconteceu nas primeiras horas da manhã de 28 de junho de 1969, em Nova York, Estados Unidos. Texto por, Fernanda Vicente.

05 abril 2016

Sorteio de aniversário! Venha ganhar 20 livros...

Vai ter sorteio sim. E se reclamar, vai ter mais!! Rsrs

O De tudo um pouco se uniu ao blog Café com Livro  da minha amiga, best, diva Lena Dias, para comemorar os seus três anos de blogosfera!!! E como sempre, quem ganha são vocês!!!
Sim, o Café com Livros está fazendo 3 anos, assim como o De tudo um pouco, que dia 13 de abril, também comemora a data, então nada melhor do que nos juntarmos em uma festa só não é mesmo?



"Hoje (04/04) estamos comemorando três anos de Café com Livro. São exatos três anos desde o dia em que eu decidi criar um blog, começar a trocar experiências com outros leitores e me arriscar no mundo das resenhas. Muita coisa mudou desde então. Fiz algumas parcerias com autores e blogueiros; alguns deles se tornaram verdadeiros amigos. Depois algumas editoras começaram a aparecer e formar parceria também. Então, decidi criar um canal, superar a minha vergonha da câmera e me arriscar mais uma vez nesse meio, saindo da minha zona de conforto. São três anos que mudaram a minha vida de uma forma sensacional. Principalmente pelas pessoas maravilhosas que conheci através dele; leitores, autores, blogueiros... Ainda não considero o blog uma coisa muito grande e acho que posso crescer muito mais. Porém, ele é e sempre vai ser extremamente importante e especial para muim. Por isso, para todos que sempre acreditaram no Café com Livro, saibam que ele acontece porque vocês são um pedaço que ajuda a mantê-lo completo. Muito obrigada do fundo do meu coração! E para comemorar, porque é disso que a gente gosta, não vamos ter bolo. Mas teremos um sorteio muito legal, em que você, leitor, pode levar pra casa livros novinhos. Então, leia o regulamento com atenção e boa sorte!" (Helena Dias - Café com Livro)

REGULAMENTO

• O sorteio terá início no dia 04 de Abril e se encerrará no dia 04 de Maio;
• O sorteio só é válido para território nacional, ou seja, você precisa ter um endereço dentro do Brasil para participar;
• Este sorteio possuirá 2 ganhadores finais, cada um deles referente a um Kit;
• Todas as entradas obrigatórias serão conferidas ao término da promoção; 
• Caso os vencedores não tenham cumprido todas as entradas obrigatórias serão desclassificados;
• Os ganhadores terão 48h para responder o contato feito através do e-mail cafeclivroo@gmail.com. No caso de não haver retorno, o sorteio do Kit será realizado novamente;
• O ganhador será anunciado na página do Facebook e ficará exposto aqui no formulário. Este só será divulgado após conferirmos se o mesmo cumpriu com o Regulamento;
• Os blogs participantes terão 50 dias para fazer o envio do livro ao ganhador, após recebimento do endereço de envio;
• Nenhum dos blogs participantes será responsabilizado por eventuais extravios, roubos, perdas cuja responsabilidade cabe aos Correios ou por reenvio em caso de endereço incorreto;
• Os livros Claros Sinais de Loucura (Kit 1) e Morte entre Poetas (Kit 2) serão enviados pelo Café com Livro;
• Cada blog é responsável pelo envio do seu respectivo prêmio, ou seja, os prêmios chegarão individualmente e em prazos diferentes.

02 abril 2016

Um feminismo para todas, por Fernanda Vicente

Olá! Eu me chamo Fernanda, prazer.
E agradeço por estarem me lendo. Sou mulher, mãe, feminista, jornalista, fotógrafa, militante e muitas outras coisas. Escrever para mim é tão vital quanto respirar. Se não escrevo, me perco e não consigo lidar com o meu caos interior.
Escrever e ser feminista são fundamentais para me manter de pé e bem, produzindo e amando. Foi com o feminismo que encontrei meu lugar no mundo.
Portanto, falar de feminismo, para mim, é falar da vida, da minha vida e do quanto mudei desde que me tornei feminista. Falar de feminismo é falar de luta, de amor próprio, de empoderamento e de combate. Ser feminista, para mim, é acima de tudo um ato político e escrever é um ato revolucionário. Espero que possamos construir juntas essa coluna e assim aprendermos mais sobre
essa tal sororidade.
Sororidade é um termo muito usado no feminismo, que significa irmandade entre mulheres.



Mas, o que é feminismo e como ele surgiu?
Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres. Ele surgiu no século XIX com as sufragistas, mulheres que lutavam pelo direito ao voto feminismo.
Feminismo não é o contrário de machismo?
Não. O feminismo luta pela igualdade entre os gêneros. O machismo é um sistema estrutural que coloca o homem em posição de superioridade com relação à mulher.
Se eu for feminista, não vou mais me depilar?
Feminismo não se trata de depilação, mas ele te dá liberdade para conhecer seu corpo e decidir o que fazer com ele.
Ter pelos ou não é uma escolha individual. Você não vai ser menos ou mais feminista por se depilar, ou por deixar seus pelos crescerem.
Feministas odeiam homens?
Feminismo não se trata de homens, sobre odiá-los ou amá-los. O mundo inteiro já gira em torno deles. Feminismo é sobre você, sobre sua mãe, sobre sua irmã, sua amiga, sua vizinha. Feminismo é sobre e para mulher.
O feminismo incentiva o aborto?
Feminismo não "incentiva" o aborto. Mas lutamos para que a mulher seja a única a decidir sobre sua vida e seu corpo, não o Estado ou a igreja. Abortos acontecem, independente de serem ou não legalizados. E mulheres morrem em decorrência desses abortos clandestinos. Por conta disso, lutamos para que o aborto se torne caso de saúde pública e caiba à mulher decidir sobre seu útero e mais ninguém.
No mais,
Feminismo não é modinha

Feminismo não é clubinho
Feminismo não é rodinha hippie
Feminismo não é rolê
Feminismo não é seita
Feminismo é luta
É política
É resistência
É seguir resistindo

Sejam bem vindas.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...