profiss

31 janeiro 2015

Sobre os 70 anos da liberação de Auschwitz.

Na terça-feira passada, o mundo celebrou os 70 anos da liberação do campo de concentração nazista de Auschwitz. Entre relatos de sobreviventes e homenagens, refletimos sobre um dos mais trágicos períodos da história da humanidade. 
Estudei o nazismo durante os anos escolares e, de acordo com o que acontece na maioria dos conteúdos programáticos, ficamos restritos aos eventos mais marcantes que permearam todo o período da Segunda Guerra Mundial e às personalidades históricas, cujos nomes e feitos têm se mantido presentes na memória viva que resgatamos e reconstruímos.
Compreender os detalhes a respeito dos campos de concentração de Auschwitz, Dachau e Treblinka, entre outros, é um difícil exercício de contemplação da faceta humana que não ousamos encarar. Isso porque os campos não foram construídos, financiados, organizados e mantidos por uma limitada cúpula de malévolos que, de certa feita, se encontraram para praticar perversidades inconcebíveis, e sim fizeram parte de uma estrutura complexa dentro de um Estado moderno, a qual contou com o apoio e as ideias de trabalhadores urbanos, de médicos com suas associações, de industriais e suas planilhas de lucros, de notáveis arquitetos e de um sem-número de entusiastas, que ora silenciaram, ora levantaram para aplaudir o governo vigente.
Jean-François Steiner, em seu relato minucioso do extermínio em Treblinka, conseguiu nos levar a um ponto de elucidação quase intangível: um momento em que a realidade diária de tentar escapar entre dejetos, de trabalhar por 12 horas consecutivas em um frio congelante até a mais completa exaustão, de ver familiares e amigos serem brutalmente assassinados na seleção para os mais aptos e de viver entre os cadáveres até se acostumar com uma não-presença que, cada vez mais, se assemelhava ao que restou das vidas, passa a ser possível dentro dos nossos parâmetros morais já confusos. A partir do instante em que o "como?" passa a ser martelado incessantemente a fim de sanar uma grande dúvida interna, outro momento de elucidação começa a ser vislumbrado.
Não é difícil se sensibilizar com a degradação moral, psíquica e física dos prisioneiros em níveis que desafiam qualquer razão e limite humanos. Pelo contrário, é fácil eleger a jovem Anne Frank, com sua escrita impecável e farta imaginação, ou os corajosos judeus que ousaram preparar uma fuga armada em Treblinka, como nossos heróis e representantes em sua nobreza e vontade de viver. O grande ponto crucial é admitir que a violação absoluta e cabal contra os direitos humanos só foi possível através de cada pensamento individualizado que buscava a satisfação de necessidades próprias - fossem elas de plano material ou oriundas da simples afirmação de categorias sociais - , o qual encontrava na ascendência de um partido ultra-nacionalista e excludente de minorias um voto a favor de si mesmo.
Nessa semana, muitas pessoas deixaram flores no lugar onde tantas pessoas tiveram seu direito à vida vilipendiado e destruído. Honremos as vítimas com homenagens, sim, mas, acima disso, façamos todos os dias aquilo que, no passado, poderia tê-las salvado: levantemos alto a voz contra cada pequena injustiça diária, defendamos aquele que está impedido de expressar sua vontade, e não nos intimidemos com nenhuma ameaça. Juntos somos tão fortes quanto as vítimas que nos deixaram profundas lições sobre perseverança e superação. Que descansem em paz.
Texto por Liziane Edler, do blog Licença para o imperfeito

Crônicas de Silbery, Priscila M. Palmeira...Dica de Leitura

Vamos de mais novidades? Antes de começar, gostaria de avisar a vocês amigos leitores que sempre estão aqui acompanhando, que esta semana estarei me mudando de cidade novamente, farei o possível para não deixar o blog desatualizado, tenho algun posts programados e contarei com a ajuda das minhas colunistas para mantê-lo na ativa, rs.

Mas vai haver dias de não ter postagens, prometo que assim que voltar faço um mega sorteio e recompenso vocês, rsrs
E não se esqueçam, sempre que vier visitar, deixem seu recadinho que assim que eu vou voltar visitarei todos os blogs que tiverem comentado.
E agora vamos a novidade? O De tudo um pouco fechou parceria com a escritora Priscila M. Palmeiras e com várias outras escritoras, mas vamos anunciando aos poucos ok?
Vamos conhecer a autora e o trabalho dela?




BIOGRAFIA 

Priscila Magalhães Palmeira, paulistana formada em letras, escreve em plataformas como Wattpad e Widbook.
Participou de duas antologias sendo uma de poesias pela editora Grafitte e outra de contos de terror pela editora Andross
Autora do livro Crônicas de Silbery - O Segredo do bosque pela editora Multifoco, lançado em 12 de janeiro de 2015 na livraria da vila.



SINOPSE

Quando quatro irmãs perdem a casa em que moram e vão morar com a tia numa suntuosa propriedade em outro estado, nunca poderiam imaginar que no bosque ao fundo da casa há uma passagem para um mundo paralelo onde criaturas do bem, subjugadas há duas décadas por Yanna, a senhora das sombras, acreditam que elas são as suas salvadoras mencionadas na profecia. No entanto as meninas não compartilham da mesma ideia e quando estão tentando voltar para casa Milca é raptada pela grande coruja branca, Amal, e levada para o castelo de Yanna e numa discussão Joana corre para a floresta e se perde. Vera não vê saída a não ser recorrer ao sábio da montanha e pedir ajuda. No Final, a batalha entre o bem e o mal será inevitável.

-------------------------------------------------------------------------------------------
Quer conhecer mais da autora? Acesse as redes sociais dela...SkoobPágina do livroPerfil pessoal.
Breve traremos resenha dos trabalhos dela e também uma entrevista com a escritora!
Aguardem! beijos...
Já está concorrendo ao livro 50 tons de liberdade? Ainda não? Então clique aqui e participe!
E estamos também sorteando 2 livros autografados com marcadores da escritora Tânia Lopes, basta clicar  aqui para participar!
Boa sorte a todos!


30 janeiro 2015

Um Lobo na China – Macau, a “Sin City” do Oriente

Sei que já me tinham cobrado uma crónica de viagem, mas confesso que tenho estado pouco inspirada e que me custa, em certa medida, lembrar de alguns momentos vividos no Oriente, porque sei que não se vão repetir tão cedo. Mas como não quero entrar no novo ano com lamechices, siga a marinha.
Após uns dias inesquecíveis em Hon Kong, rumei a Macau de Jetfoil, o barco que faz a ligação entre as duas cidades, numa viagem de cerca de cinquenta minutos. A entrada na antiga colónia portuguesa é imponente. À beira-mar, casinos e hotéis, como o Sands ou o Jai Alai, impressionam qualquer visitante. 


O frenesim da cidade sente-se à distância, abrindo-nos o apetite para mergulhar no território com mais vício, por Km², do Oriente. No terminal, um rosto [literalmente] familiar esperava por mim: o meu irmão, que, na época, vivia na China. “Podes fazer tudo. Mas mesmo tudo, à exceção de uma coisa: dívidas de jogo. Ou corres o risco de te suicidares dentro de uma arca congeladora”. Aviso recebido, pensei. Eu que nem sou grande fã de jogos de “sorte e azar”. Prefiro a estratégia. A estadia em Macau foi inesquecível. A junção perfeita entre o encanto do Oriente, a herança portuguesa, e a imponência dos casinos, confere-lhe um encanto único. 



Esta é a cidade que nunca dorme. Oferece alegria e animação 24 horas por dia. É um sítio para viver, para sentir, e não para visitar. E tem tanto para oferecer que o tempo não chega. Fiquei realmente impressionada com a grandiosidade do “Venitian”, o maior Casino do mundo, gémeo do congénere de Las Vegas. Tem literalmente Veneza no seu interior, com gôndolas e a praça de S. Marcos. Se nos abstrairmos dos milhares de chinocas histéricos para estoirar patacas nas slots, até parece que estamos em Itália. Nem sequer faltam as lojas caras. A prostituição declarada foi outro dos apontamentos que me surpreendeu. Existe em todo o lado, e não é, de todo, algo que me choque. Mas nunca tinha estado num sítio onde fosse tão socialmente aceite. No “Lisboa”, o casino mais antigo de Macau, fundado por Stanley Ho, existem prostitutas a circular 24 horas por dia, no meio das famílias que chinesas que vão almoçar Dim Sum. É curioso. Outro dado interessante é que Portugal está em todo o lado. Nos nomes das ruas, nas repartições públicas, na arquitetura, na gastronomia, na língua. É fantástico. 


Em todo o lado há uma boa alma a falar português, disposta a ajudar um pobre Lobo desorientado com um mapa em cantonês. Comer um pastel de nata e caminhar na calçada do “Leal Senado”, foi uma experiência única. Pensar que poderia estar a fazer o mesmo em Belém, mas, na realidade, estava no outro lado do mundo. É sinal que um dia já fomos grandes e que espalhámos a nossa herança cultural pelo mundo. Estas influências estão, também, na gastronomia. Tive o privilégio de provar o famoso Minchi, prato tradicional feito à base de carne picada, batatas fritas, arroz e ovo estrelado, pelas mãos da famosa nonagenária Aida Jesus. 


De referir que em Macau os restaurantes são tão baratos que, na verdade, não compensa cozinhar em casa. Recomendo vivamente o três estrelas Michelin do Casino “Grand Lisboa” que, apesar de exigir reserva, é super acessível. Este é um destino de sonho, daqueles que considero que se deve visitar, pelo menos, uma vez na vida. No entanto, existem alguns aspetos a ter em conta: nunca dizer coisas como “os cabr*es dos chineses” em voz alta, porque há sempre um que percebe e podem levar na tromba [como aconteceu ao outro]. Tenham cuidado com o que pedem nas discotecas e nos bares: por exemplo, um vodka limão é exatamente isso: um copo de vodka com um limão espremido lá dentro. Podem imaginar o que [me] aconteceu a seguir. Ia morrendo.  
Mas a língua tem destes problemas. 


Esta foi uma viagem inesquecível, que, infelizmente durou pouco. Os voos para Singapura já estavam marcados e ficou muito por ver. Macau encantou-me como nenhuma outra cidade me havia encantado antes. Fiquei hipnotizada pela magia do Oriente. Tanto que, passados três meses, estaria de volta. 




Gosta do blog? Então curta a página e acompanhe tudo em primeira mão e se quiser saber tudo das viagens da nossa colunista dá like na página dela e fique sabendo por onde ela anda.
E não percam toda quinta a coluna da nossa bela Lobo na Porta, direto de Portugal!

Resenha do livro O sobrinho do mago, de C.S. Lewis - Li Para Chegar Ao Topo #5


  O sobrinho do mago introduz os leitores ao fantástico mundo de Nárnia, contando a história de Digory e Polly, duas crianças que por meio das artimanhas do tio que adora mexer com magia, acabam se deparando com um mundo bonito e misterioso. 

  O livro é curto e escrito de uma forma enganosamente simples e direta para as crianças, mas quem tem mais idade pode perceber as metáforas que o autor coloca. A escrita de Lewis é maravilhosa e produz encantamento por si só. Os personagens não são aprofundados em suas características físicas, e sim nas atitudes, nos diálogos e nas reações. E as descrições são ótimas, feitas de uma forma nem um pouco cansativa, para serem apreciadas até a última linha. 

  Neste livro ficamos sabendo como se deu a criação de Nárnia, além de mais alguns detalhes que aparecem nos livros posteriores - como a explicação da existência do lampião no bosque. São capítulos curtos, engraçados e surpreendentes. Sobre a diagramação, achei muito boa e elegante. As folhas são brancas, mas não tenho muito problema com isso. A fonte usada é pequena e em cada nova crônica ou capítulo existe uma bela ilustração.

 Meu nome é Ademilson Filocreão (Facebook: https://www.facebook.com/ademilson.filocreao) e eu serei o responsável por essa coluna, a "Li Para Chegar ao Topo". Postarei nos dias 03 e 29 de cada mês as resenhas de livros que eu tiver finalizado.  Além de ler, gosto de escrever, assistir séries e ouvir música. Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!



29 janeiro 2015

Entrevista com a modelo Plus Size Janaina Graciele

Hoje vamos entrevistar uma pessoa que admirei desde o primeiro momento que conheci!
Janaina Graciele modelo que foi vitima de gordofobia por uma policial militar, deu a volta por cima e hoje ajuda outras mulheres a levantar sua auto estima.
Ela criou o projeto BSB Plus Size que reúne modelos plus sizes, em eventos e encontros.



"O grupo BSB Plus Size, com mulheres acima do peso, se reúne todos os meses para trazer uma reflexão sobre os padrões de beleza atuais. O projeto já tem a participação de 2 mil mulheres e foi idealizado por Janaína Graciele, que venceu o concurso Miss Plus Size Brasília, em 2014. Entre as iniciativas, está um calendário com fotos das modelos em poses sensuais, que será lançado no dia 11 de fevereiro"
Fonte:  Estilo Catraca Livre.



1- Você criou a 2 anos o projeto BSB PLUS SIZE, fale nos um pouco sobre o ideal do projeto.

Sim,esse projeto existe em Brasilia a dois anos, é um projeto com intenção de resgatar vidas,resgatar mulheres que vive em depressão,que não se aceitam por estar acima do peso, mulheres discriminadas dentro de casa,e fora de casa. Um projeto que tenho muito orgulho de fazer parte dele.



2- Como começou a carreira plus size?

Depois de viver 5 anos em depressão por ter engordado 30 quilos, vi na internet um concurso para mulheres gordinhas,fui a primeira a me inscrever,participei,e entre 30 candidatas fui segunda princesa de lá pra cá,vi que era linda,mesmo gordinha,e resolvi criar o projeto de  calendários,revistas,ensaios fotográficos,etc

3- O preconceito com as mulheres acima do peso, diminuíram depois das campanhas promovidas por vocês?

Não.
Existe preconceito e sempre vai existir,sendo negro,velho,deficiente,etc.  As pessoas não tem consciência de quanto o preconceito pode destruir a vida de uma pessoa. Mas depois das nossas campanhas creio que a mulheres acima do peso,tiveram mais coragem de mostrar a sua cara,de lutar pelos seus direitos e não deixar ser humilhadas por quem quer que seja.



4- Muitas modelos do calendário posaram pela primeira vez. Como elas se sentiram ao fazer este ensaio?

São mulheres normais,que nunca pensaram em fazer fotos,então se sentiram valorizadas,tiveram um dia de diva,algo que com certeza mudou a vida delas.


5- O mercado da moda tem investido mais nas peças plus size, este mercado tem conseguido atender a demanda das clientes ou ainda há dificuldades em encontrar peças que agradem?

Sim tem investido muito,mas ainda o preço é bem maior do que roupas para manequim menores,e infelizmente muitas mulheres não podem se vestir bem como deveria.

6- O que você achou da participação da Vanessa Braga no concurso Garota Verão RS e das críticas que fizeram a ela? ( Pergunta da colunista Lizi Edler) 

Toda participação é sempre bem vinda. Mas criticas não. Não gosto de criticar ninguém sem conhecer, e detesto qualquer tipo de criticas.

7- Você e outras modelos plus size tem quebrado padrões de beleza impostos pela mídia, ao mostrar que é possível sim ser  bela e sensual usando manequim 44 ( ou mais). Até que ponto essa cultura midiática da beleza, afeta o conceito de moda?

Sim estamos tentando mostrar ,mas infelizmente ainda tem que se fazer muito,tanto na moda,quanto em sapatos,produtos de beleza,roupas de banho, as vezes acho que eles não pensam que as pessoas gordinhas são a maioria no brasil,mas nem por isso investem nesse publico muito triste isso.




8-  Recentemente você esteve no programa da Fátima Bernardes falando sobre a gordofobia. Qual sua "resposta" digamos assim  para quem acha que mulher acima do peso não pode usar biquíni, se vestir de forma sensual, visto que há muito preconceito inclusive das próprias mulheres?

Estive e foi maravilhoso. Acredito que temos que nos vestir de maneira digna,usar seu biquíni,sua lingerie,mas não se expor, porque já somos criticadas por estar acima do peso,e se pecar numa produção vão jogar mais pedras ainda na gente.

9- Fale sobre o lançamento do calendário e seus projetos para 2015.

Será um evento lindo,maravilhoso,algo nunca visto até hoje,pois o calendário ta rico em fotos,matérias da bsb plus size,no lançamento teremos uma exposição com fotos das modelos,teremos um vídeo em homenagem as participantes,teremos os mister para recepcioná-las na entrada,teremos uma limusine para trazer a modelos,teremos a escolha da musa do calendário,e ainda vou ser homenageada pelos mister,não sei qual homenagem ,mas me disseram pra me preparar, então é isso a luta continua,e juntas somos fortes.



Obrigada pela entrevista e sucessos!
Confira abaixo fotos das modelos que fazem parte do projeto!











Gostaram? Elas são lindas né gente? Verdadeiras beldades!
E para conhecer mais do projeto acesse: BSB PLUS SIZEPágina do Facebook, curtam a página e ajude a divulgar este projeto super bacana!
Em breve com o lançamento do calendário, faremos um post especial com as fotos do ensaio!
Aguardem!


Novo Romance lança A Garagem, de Diego Gierollet a 1,99 centavos!!!

Bom dia!!!!
Hoje eu trouxe uma mega novidade da nossa editora parceira Novo Romance.
A Novo Romance está com um projeto super legal que vai deixar você caro amigo leitor, com muitos livros na listinha para ler!
Os autores da Editora estão fazendo livros, que serão vendidos a 1,99 centavos na Amazon, não caro leitor, você não leu errado, são apenas 1,99 centavos! Fala sério, super barato né?
E vamos deixar de lero-lero e conhecer logo um dos livros que estarão a venda por este preço?


Sinopse:
Lucas trabalha como garçom, e, ao chegar em casa, flagra sua mulher com outro homem na cama. Desiludido, ele pede a separação e vai morar com seus pais. Não muito tempo depois, ele compra seu tão sonhado carro, um Ford Corcel 1978, grande motivo das brigas ocasionadas com sua esposa, devido a ele guardar suas economias somente para esse fim. Porém, agora, separado e com o carro em mãos, Lucas precisa de uma nova casa; e o mais importante: que tenha uma boa garagem.

Sobre o autor.
Diego Gierolett nasceu na cidade de Torres, no litoral norte do Rio Grande do sul, onde reside. Apaixonado por livros e histórias desde criança, sempre manteve o gosto pela escrita. Grande fã de todos os estilos literários, desde o horror até o esoterismo, Diego Gierolett mescla em suas histórias componentes de mistério, drama e auto-ajuda, fazendo com que seus personagens não sejam apenas letras escritas no papel, mas sim, pessoas reais da qual, uma vez envolvidos com sua história, temos o imenso prazer de conhecer.



Estes livros serão mais curtos e super gostosos de ler, com uma leitura bem leve e prazerosa!
E para saber quais serão os proximos livros a serem lançados, curta a página do blog e da Novo Romance e receba tudo em primeira mão.



28 janeiro 2015

365 dias para o filme a 5º onda...#euvou!

Daqui a exatos 1 ano acontecerá o lançamento do filme a 5º onda e a Editora Fundamento está lançando a campanha para divulgação do filme com a hastag #A5OndaOFilme.
Participe da campanha e ajude a divulgar o filme!


Confiram capa e sinopse abaixo!





Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém.
Agora A QUINTA ONDA está começando... Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva - Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão?
Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!



O livro que dará origem ao filme já está disponivel para venda no site da editora e custa super barato, apenas 26,95 R$.

CLIQUE AQUI E LEIA O PRIMEIRO CAPITULO DO LIVRO!



E para ficar por dentro de todos os lançamentos, curta a página da editora fundamento e do blog e receba tudo em primeira mão!


Calendário com os padres mais bonitos do Vaticano...já adquiriu o seu?

Desde de 2003/2004  começou a serem vendidos calendários com os padres mais bonitos do Vaticano, e de acordo com o idealizador do projeto a intenção não é instigar desejos pecaminosos ( dificil isso né my friends?) e sim levar informação sobre a Santa Fé para a população.
O fotógrafo Piero Piazzi, responsável pelos ensaios e organização dos catálagos, faz em média 75 mil cópias por ano, que são vendidas a 10 euros cada.



Lembrem-se irmãs...não instigar desejos pecaminosos, rsrsrsrs





O Vaticano não tem nenhuma ligação direta com os calendários, o fotografo faz os ensaios com os padres e muitos são fotografados na rua mesmo.






Pense ai um dialogo com um padre desse no confessionário: Mais ou menos assim...

-Padre pequei
-O que você fez minha filha
-Vim te ver- kkkkkkkkkkkkk


Tá gente vamos parar, por que eles são padres e isso é pecado, além do mais a intenção é levar a Santa Fé a população, viu suas mentes poluidas...




Gostaram? E então o que acham da ideia? Apoiam ou são contras? 

27 janeiro 2015

Resenha do livro O Pássaro, da escritora Samanta Holtz

Hoje a resenha é especialissíma, por que é o livro de uma amiga que admiro muito não apenas como escritora mas como pessoa que ela é.
Atenciosa, Samanta Holtz está sempre disposta a atender a todos da forma mais humana, mais doce, buscando dar a todos a mesma atenção e carinho.
Não foi a toa, que ela ganhou um fã clube especial ( do qual eu como uma holties loucamente assumida não podia ficar de fora óbvio) e a cada dia mais vem conquistando corações em todo canto desse país.



ISBN: 9788542802870

ANO: 2014
EDIÇÂO: 2º
PÁGINAS: 368
EDITORA: Novo Século

SINOPSE:


Uma história romântica e surpreendente que irá prender sua atenção desde a primeira página. Você está preparado? Caroline Mondevieu é filha de um poderoso barão e tem tudo o que uma dama da época poderia querer: status, riqueza e um ótimo partido para se casar. Seus sonhos, no entanto, vão muito além de vestidos caros ou um bom marido; ela quer ser dona do próprio destino. Tudo parece perdido quando ela encontra Bernardo, um charmoso e irritante domador de cavalos. Eles não conseguem se entender até perceberem que, para alcançar o sonho em comum da liberdade, deverão passar por cima das diferenças e se unirem em um arriscado plano que promete transformar suas vidas para sempre. Grandes emoções os aguardam nessa jornada: perseguição, mistérios, ciganos e o despertar de um sentimento que insiste em se manter escondido. Mas o que parece tão simples envolverá mais magia e coincidências que eles podem imaginar, além da descoberta de segredos, até então, muito bem guardados.





A AUTORA



Nascida no Dia Mundial do Livro, Samanta Holtz parecia destinada a trilhar o caminho da literatura. Aprendeu a ler sozinha aos cinco anos, tamanha era a vontade de entender as histórias que sua mãe lia para ela. Aos nove, ganhou um prêmio de redação em sua cidade, Porto Feliz, interior de São Paulo. Publicou em 2012 o romance histórico “O Pássaro”, premiado no “Destaques Literários” por votação do público e do júri técnico, seguido por “Quero ser Beth Levitt”, que teve a primeira edição esgotada em apenas três meses, e “Renascer de um Outono”, romance idealizado ainda na adolescência.

Em agosto de 2014, foi nomeada "Escritora Humanitária" no I Prêmio Anita Garibaldi do Estado de São Paulo.

Com histórias românticas e cheias de surpresas, Samanta guia seus leitores por uma deliciosa viagem, levando-os das lágrimas ao riso em questão de capítulos.




MINHA OPINIÃO


 Quando comecei a ler O Pássaro, fui construindo em minha mente cada palavra a fim de fazer desta uma resenha perfeita. Entretanto, ao finalizar o livro, eu só conseguia pensar: Por quê? Por quê Sam...por quê?

O livro narra a história de Caroline, jovem de coração puro, que não se deixa dominar ou subjulgar  aos mandamentos autoritários do pai, o barão Enézio de Montevideu.
Ainda não sei como escrever esta resenha sem dar spoiller, pois todas as passagens do livro trazem um acontecimento importante para o desenrolar da história.
Em uma época onde a mulher era tratada como mero objeto, usado para acordos de casamento entre famílias ricas, a jovem protagonista destoa deste cenário de mulher submissa e se rebela contra as atitudes do pai, que a todo custo, tenta obrigar a filha a cumprir seus caprichos.
Corajosa, destemida, Caroline ensina a mãe Elizabeth  a importância do amor verdadeiro, de não ceder aos caprichos masculinos apenas por medo de contrariar aquele que se julga seu senhor.
Em muitas partes do livro não conti o choro e as lagrimas vieram a tona, e quando eu pensei que não havia mais como chorar, com um final surpreendente a Samanta me faz desmoronar mais uma vez, me levando as lágrimas e enchendo meu coração de sentimentos que só quem leu um livro dela é capaz de indentificar.

Eu já havia lido Quero ser Beth Levitt e assim como no outro livro, neste a autora faz uma narrativa de forma clara, focando nos pontos fortes dos personagens.
Bernardo o domador de cavalos que encanta o coração da jovem Caroline, é um homem forte e corajoso que apaixonado por Caroline vê suas vidas cairem em desgraça quando um segredo lhes é revelado.
Abordando temas como a cultura cigana, o mundo dos jóqueis, agressões fisícas e verbais contra a mulher,O Pássaro vai te levar a reflexões, pensamentos, voôs rumos a liberdade...
Assim como Dayeah você voará livre...rumo ao sabor da aventura, nas asas de um pássaro!

DEPOIMENTO PARA A PÁGINA DO FÃ CLUBE:

"Muitos livros me fizeram chorar, muitos me arrancaram lágrimas, causaram comoção...outros me fizeram sentir ora leve ora eufórica.
Mas com o livro O Pássaro eu tive um misto de todas estas sensações, forte, comovente, a leitura nos faz repensar a vida, seus valores, seus conceitos.
A Sam escreve com uma delicadeza, com uma leveza tão grande, que fica impossívell não se sentir parte dos personagens ao final de cada capítulo.
Com a ajuda de Dayeah, você aprende a impotância do acreditar!"

Silvânia Alves 






O livro foi comprado na Bienal de São Paulo e como eu não poderia ir, a minha best friend, Mariane Frota saiu de Fortaleza  e foi a cidade que nunca dorme e comprou não só O Pássaro, mas Também Renascer de um Outono que a escritora estava lançando lá. E não para por ai não, ela mandou muitos mimos, bolsa exclusiva da editora ( prometo postar fotos depois, é que já embalei tudo por que vou me mudar de cidade de novo, rs) e claro, autografo né?




Confiram abaixo o Book Trailer do livro e façam parte do fã clube da escritora participando do grupo e curtindo a página dos Loucos por Samanta Holtz,  estamos sempre com a autora nas bienais, entrevistas, campanhas..e faremos promoções exclusivas aos membros!





Em breve teremos aqui entrevista com a Sam e com alguns membros do fã clube, aguardem!






Curtam as pages e recebam as novidades em primeira mão!

26 janeiro 2015

FourFiveSeconds, nova música da cantora Rihanna

Bom diaaaa!!!!
Me acharam animadas hoje? Acertou quem disse que sim! Estou mega animada com as coisas boas que vem acontecendo na minha vida pessoal e aqui no blog também, parcerias fechadas, muitas ideias de projetos e promoções para por no ar este ano, enfim, vocês terão muitas novidades..
Agora quem é fã da cantora Divaaaa Rihanna toca aqui!!!
E vim trazer a você que admira demais a Diva americana, o mais novo single dela!


A música  que se chama FourFive Seconds é a primeira divulgada do seu oitavo albúm e foi gravada em parceria com o ex Beatle  Paul McCartney e o rapper Kanny West marido de Kim Kardashian .

Dizem as boas linguas que os três feras ai, subiram ao palco juntos no Grammy Awards, dia 08 de fevereiro de 2015 anote a data na agenda.. para apresentar a música ao vivo ao público pela primeira vez.


Para ouvir o novo single clique AQUI e se delicie com um som que promete bombar!


Beijos, curtam a página do blog e fiquem por dentro de todas as novidades!


25 janeiro 2015

Resenha do livro Simplesmente Ana, da escritora Marina Carvalho

A primeira resenha de 2015 não poderia ser mais especial! 
Pois muitas leitoras aqui se identificarão com a doce, porém decidida Ana Carina Bernades, a "mocinha" deste conto de fadas real.
E pelo fato de que a Marina é uma amiga muito especial e uma pessoa super atenciosa para com seus leitores e amigos.


Titulo: Simplesmente Ana
Autora: Marina Carvalho
ISBN:9788581631554

Páginas: 304
Editora: Novo Conceito ( selo Novas Páginas)

Sinopse:

Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha...

Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. 

Mudar-se para Krósvia pode ser tentador ¿ deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha -, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. 

A não ser... A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam.
Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que - ao mesmo tempo  nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta. 




BIOGRAFIA DA AUTORA

Marina Carvalho  nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Formou-se em Jornalismo na PUCMinas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Marina ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando era criança, todos os meses esperava ansiosamente pelas revistinhas da Turma da Mônica. A mãe incentivou desde bem cedo o seu gosto pela leitura.
Ela mora em sua cidade natal com o marido, os dois filhos e Lilica, uma poodle de 14 anos que pensa ser um pitbull.


Minha Opinião.

O livro conta a história das jovem Ana Carina, estudante de direito, que vê sua vida virar de pernas pro ar ao receber a seguinte mensagem no seu facebook:


Acho que sou seu pai!

Imagine, o fato já seria inusitado por si só, mas para complicar ainda mais a situação o autor da mensagem também é um rei de um país do outro lado do oceano: A Krósvia.

Ana vai até a Krósvia conhecer o país  onde ela é a princesa e acaba se apaixonando pelo enteado de seu pai, o jovem Alexander.
No começo achei estranho o desenvolver do livro, parece que só havia mocinhos nesta história, mas ai de repente aparece Laika ( vulgo nome de cachorro) namorada de Alex e nos faz perceber que não é bem assim, embora só poderemos saber de fato quem são os vilôes da história nos próximos livros da série.
Este é o primeiro livro da autora, e a Marina escreve de uma maneira leve e com uma linguagem bem clara para o leitor.
A capa do livro dispensa comentários né? Uma verdadeira perfeição!
As folhas tem um tom levemente amarelado e são bem gostosas de tocar. A diagramação do livro é muito bem feita ( parabéns pra editora que investe em qualidade!) há um espaçamento ótimo entre as linhas e a fonte é bem legível.
Em suma, eu adorei o livro e não estou aguentando a ansiedade para ler o próximo, De repente Ana. que eu claro já comprei! Agora é torcer pros correios não levar 2 séculos para entregar né? Rs




Quer conhecer mais da autora? Acesse as redes sociais dela Site,  SkoobFacebook pessoal
Grupo no FacebookPágina no Facebook.



E não deixe de curtir a página do blog, está rolando vários sorteios por lá! Tem livros autografados da escritora Tânia Lopes, tem uma obra de arte exclusiva do escultor renomadíssimo Jota Vieira, e tem o livro 50 tons de liberdade, que este ano será lançado o filme...então cliquem na aba PROMOÇÕES da página e confiram.
E boa sorte a todos!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...