profiss

14 novembro 2013

Favelado



Todo mundo fala " Olha lá o favelado"
Não se importa como eu me sinto
Ou se a culpa é minha
Ou do estado.

Não fui eu quem criei favela
Falta de saneamento, de saúde ou corrupção
Que culpa tenho eu de ter nascido pobre
Ou morar perto de ladrão...

Sou honesto, trabalho
e dou um duro da porra
Aí chega os gambé, reviram minha casa
Fazem a maior zorra

Tô no trabalho
Quando volto escuto tiroteio
Policia contra ladrão
E os inocentes no meio

Somos nós "os favelados"
Quem mais sofremos com a corrupção
Não temos direito a saúde, a  transporte,
A moradia ou a educação

Quem vive nos bairros nobres
Pouco se importa com o que sentimos
Não se importa com o que comemos
Como vivemos ou onde dormimos

Votamos em políticos
Que só roubam o próprio povo
Precisamos nos conscientizar
E mudar tudo pro novo

Colocar gente nova
Com vontade de vencer
Chega de políticos que só querem farrear
E ver a conta bancaria crescer

Precisamos dar um basta
Acabarmos de vez com a corrupção
Precisamos lutar por nossos direitos
A saúde, trabalho digno e educação

Precisamos que nossos filhos
Tenham oportunidades de estudar
Que os filhos das madames não gritem
" Olha o favelado" quando eles passar!


Autora: Silvânia Alves

20 comentários:

  1. Entendo perfeitamente o que você tentou passar.
    Amei o poema, ele retrata uma realidade com a qual precisamos conviver todos os dias, mesmo que triste.
    Abraços!
    palavrapequenas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Para refletir :/

    http://historiaimperfeita.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade *--*

      http://historiaimperfeita.blogspot.com.br/

      Eliminar
  3. Bem legal seu post!
    Beijos
    http://carolinalbackes.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Olá!!!
    Tudo bem?
    Gostei muito desse texto. É importante ressaltarmos que as favelas abrigam pessoas honestas e trabalhadora que merecem o respeito de todos.
    Beijinhos.
    Cila- Leitora Voraz
    Tem resenha nova lá no blog. Confira!!!
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Cila, e e justamente esta a ideia do texto, mostrar que na favela nao nora so bandido, afinal nem so na favela mora bandido. Muitos deles viven em predios de luxos e usam carros importados.

      Bjs.

      Eliminar
  5. Lindo poema , não tem como não se encantar por ele <3
    http://sonhando-porai.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Adorei a prosa! Representa bem esse cenário discriminatório do nosso país.
    Abraço,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Vinicius.
      O fato. do povo achar que na favela so mora bandido e um conceito que precisa ser quebrado.

      Eliminar
  7. Adorei! Vou postar no meu Face!
    Bjs, Bruna.
    http://moranguinhuemake.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Bruna, fico feliz que tenha gostado, me passa o link da divulgação depois.

      Bjs.

      Eliminar
  8. Adorei esse poema...Diz apenas verdades, realmente :)
    Oii, lembra de mim? Só passei aqui pra deixar um recado, que mudei o link do meu blog, e fika mais dificil de vcs me encontrarem ..Então ..Obg :)
    http://docecomo-ficcao.blogspot.com.br/ Esperando sua visita Bjss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OI Amandinha lembro sim flor.
      Vou lá conferir as novidades!

      Bjs!

      Eliminar
  9. Isso é terrível. Tamanha discriminação e injustiça numa das maiores economias do mundo. Vergonhoso.

    FB http://sacudidordepalavra.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vergonho é pouco Iago. Isto é inaceitável!
      Obrigada por sua visita.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...