profiss

13 maio 2013

Desnude-se do preconceito e emocione-se!



Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito. 

Albert Einstein

O que é o preconceito? Eu encontrei essa definição: S.m. Opinião ou pensamento acerca de algo ou de alguém, cujo teor é construído a partir de análises sem fundamentos, ou preconcebidas sem conhecimento e/ou reflexão; prejulgamento. Forma de pensamento na qual a pessoa chega a conclusões que entram em conflito com os fatos por tê-los prejulgado.
O preconceito é um tema que desencadeia várias reações. Eu quero despertar somente uma: A emoção. Hoje meu texto refletirá meu estado de ânimo, ou seja, econômica nas palavras, mas fervilhando em sensações.
Todos nós somos ensinados a prejulgar as pessoas, somos também ensinados a “burlar” estes prejulgamentos, um exemplo clássico são as entrevistas de emprego, onde somos obrigados a seguir um roteiro de dicas que enfatizam principalmente, nossa apresentação pessoal, não importa o quanto você seja qualificado, você TEM QUE DEMONSTRAR ser a pessoa mais bem sucedida do mundo.
E certamente, estar sujeito a um julgamento não é uma das melhores sensações, seja mediante um profissional de Recursos Humanos, almejando uma vaga de emprego, seja diante de milhares de pessoas, pessoalmente ou pelos veículos de televisão, não deixando de ser uma mega exposição. Estando em jogo não só o seu futuro profissional, e sim suas vidas, seus sonhos. E estes 3 personagens, passaram por isso, experimentaram a sensação de serem pré-julgados, para depois serem corretamente julgados.

Eu me arrepiei e fui às lágrimas ao assistir a apresentação do Jhon Lenon da Silva, no programa "Se ela dança eu danço". Ele é simplesmente incrível!


Quem não se lembra da Susan Boyle e das perguntas capciosas dos jurados que não davam nada por ela?


E o que falar de Paul Potts? Quanta emoção, quanta pureza, quanto talento!


Observaram bem as reações tanto dos julgadores bem como da platéia? É de envergonhar-se e admitir que quando sentimos preconceito por alguém, por alguma coisa, ou por alguma causa, não é humilhante para o outro e sim para nós mesmos observar com os próprios olhos o quanto fomos ignorantes e equivocados.Que Lições belas e valiosas esses 3 personagens nos proporcionaram não é mesmo!


4 comentários:

  1. Verdade... graças a Deus sou livre de qualquer tipo de preconceito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela participação, Laura! Faz muito bem em ser assim! Temos que reconhecer que é um trabalho contínuo nos desnudar dos preconceitos! Respeito é tudo!

      Eliminar
  2. Paula,
    Eu prefiro usar o termo 'conceito arcaico' do que preconceito.....agora sou fã das meninas do FEMEM BRAZIL.....que luta fantástica a da Sara Winter....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você é chique de doer, Flor!! Beijos da Batgirl da Baixada e obrigada pela contribuição!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...