profiss

30 junho 2016

Entrevista com a escritora Anne Krauze

Hoje nossa entrevista é especial!
Para quem ainda não sabe, está rolando há alguns meses o projeto Adote um Autor, idealizado pelo grupo Viciadas em Literatura Nacional, e como o nome sugere, o leitor "adota" um autor por 10 dias, ficando assim, encarregado de conhecer mais do escritor e divulgar seu trabalho.
Esta é a terceira edição do projeto, e eu adotei a Anne Krauze, uma escritora novata, mas que vem fazendo um sucesso imenso no wattpad, com suas obras, uma delas Atitude Dark, chegando a ter mais de 260 mil leituras na plataforma.
Vamos conhecer mais da escritora e seus projetos?

1- Bem vinda ao blog Ana, é um prazer recebê-la.

Olá, eu que agradeço pela oportunidade de falar um pouquinho sobre as minhas obras.

2- Fale nos um pouco sobre seus trabalhos em andamento,Enlaçados, Te Desejo e Atitude Dark.
TE DESEJO - Entre Rosas @ Estrelas foi meu primeiro livro, está completo e a venda no Amazon.
Comecei a escrevê-lo ,pois sentia, como leitora, a necessidade de algo novo. Um híbrido entre romance, suspense e hot. Queria ler e escrever sobre personagens que reais que fugissem um pouco desta coisa de homem dominador e problemático e mocinha frágil e sentia falta de histórias com um enredo paralelo um pouco mais presente e elaborado.
O que eu não sabia e descobri escrevendo, é claro, é que minha veia literária pende para a comédia romântica. Descobri que meu perfil é leve, agitado e repleto de fatos como um filme de ação ou uma novela.
E me surpreendi com a receptividade dos leitores. Quando comecei a publicar a menos de um ano atrás, tinha zero seguidores. Nunca divulguei a obra e de repente começaram a brotar fãs da história de Bento e Sophie.

Nesta descoberta como leitora percebi que eu preciso de variação. Não consigo ficar só em uma história. Meu respiro vem escrevendo algo em paralelo.
Assim veio ATITUDE DARK, que de DARK não tem nada, pois é comédia das boas, de chorar de rir em vários momentos. O título é um trocadilho com a profissão inusitada dos protagonistas . Ambos alpinistas. Até tentei na primeira linha tentar fazer algo mais pesado mas não consegui.... O estilo falou mais alto novamente e virou o que virou. Esta coisa louca, divertida e intensa.

ENLAÇADOS veio do mesmo jeito. O escape para DARK e uma vontade de experimentar um outro tipo de narrativa: terceira pessoa.
Também é leve e puxado pra comédia. Mas é bem reflexivo também. Queria escrever sobre Bandas mas com um outro enfoque, nada desta coisa de fã é ídolo. É um livro que inverto a ordem natural de tudo... Gosto de quebrar os padrões e pelo jeito já cativou as leitoras também. O que me deixa imensamente grata e realizada.

3- Seu livro Atitude Dark, está sendo disponibilizado no site wattpad, e já tem mais de 260 mil leituras. Qual a sensação em saber que sua história conseguiu cativar tantos leitores?

É legal saber que pessoas estão curtindo suas histórias, que acompanham, comentam e vibram. Acho que são todos muito bonzinhos, nunca tive uma crítica negativa. Ao contrário, elogiam se emocionam e incentivam.
Brinco que meus livros são meio antidepressivos, pois muitas pessoas me dizem que se sentem felizes ao ler.
Quanto aos 260 mil é bom saber que de certa forma os livros estão vencendo a barreira da invisibilidade imposta pela classificação conteúdo adulto.
A ferramenta não permite que livros adultos entrem em rankings. Praticamente sumimos por lá, nada de indicações eras coisas... Então saber que mesmo na adversidade invisível que minhas obras se encontram, o público as descobriu e tem feito o boca a boca é maravilhoso.

4- As editoras estão deixando um pouco de lado os escritores internacionais e abrindo espaço para a publicação de livros nacionais.
Você atribui isso ao interesse crescente dos leitores brasileiros pelos livros nacionais ou acredita que há um outro fator responsável?
 


Acho que é reflexo da qualidade do vem sendo produzido pelos autores nacionais. Sou nova nesta coisa , mas tenho tido o prazer de conhecer muitos destes autores e suas obras.
No meu gênero, romance contemporâneo, vejo que os textos produzidos por eles são de uma qualidade impecável. Muitas vezes, melhores até que os internacionais.
Então, assim como os leitores estão descobrindo a literatura nacional, as editoras também. Tem muita coisa boa e não só dos famosos, pena que é tão difícil para nós "novatos" sermos vistos e publicados. Nome ainda conta mais que um bom texto.

5- Além de escritora, você é publicitária, fale um pouco sobre esta outra profissão e como concilia seu tempo entre as duas carreiras.

O mercado publicitário sofreu bastante com a crise. Eu faço grandes concorrências e trabalho por demanda. Digamos que tenho tido bastante tempo pra dedicar a literatura.

6- Como foi a criação dos personagens? Se inspirou em alguém ou é tudo criação desta cabecinha fértil? Rsrs

Não me inspirei em ninguém, rs. Só gosto do diferente, as profissões de todos não são lá muito convencionais.
Tudo bem que Juliet de Altitude DARK, tem muito de mim, principalmente as confusões que ela se metia na infância. Algumas são reais e aconteceram de verdade comigo. ( meus pais sofriam)
O restante não, simplesmente um dia resolvem vir dar um alô na minha cabeça e dizer... Olá autora que tal contar a minha história. Meus personagens são como gremilins surgem e vão se reproduzindo do nada.

7- Você acha que , na literatura tudo é permitido, ou o autor precisa ter consciência sobre aquilo que coloca no papel, afinal, de certa forma, é também um formador de opinião.

Acho que literatura e responsabilidade antes de entretenimento. Há que se tomar muito cuidado com o que se escreve e como se escreve. Por mais que exista classificação etária, por exemplo, existe a possibilidade de menores terem acesso às nossas obras.
Eu acho uma pena que existam obras nas quais temas como violência à mulher e a criança são romantizavas. Isso é extremamente perigoso e pode causar um viés no julgamento das pessoas. Não é legal bater maltratar, ferir e abusar. Isto é crime e quem pratica é criminoso. Então enaltecer e romantizar quem faz isto é compactuar com o ato, mesmo que aleguem ser ficção, na minha opinião.
Veja as novelas por exemplo, são capazes de ditar moda e atitudes e são obras de ficção como os livros e filmes. Então responsabilidade sempre!
Não estou me referindo as obras que narram acontecimentos de violência, como parte integrante de uma história de superação, por exemplo. Existe o joio e o trigo. É bom ressaltar isto.

8- Há projetos de lançamentos de seus livros para 2016? Algum sairá em físico?

Já lancei TE DESEJO - Entre Rosas @ Estrelas.
Agora vem DARK 1 e 2, em setembro no amazon. O livro vai ganhar uma extensão no 3. As leitoras simplesmente não me deixam por um ponto final. Brinco que se for por elas vou escrever sobre Alessandro e DARK até eles serem avós. Já virou meio senhor dos anéis de tão longo kkkk

É mais uma surpresa.
2016 está sendo um ano acalorado por assim dizer... Nem sei se isto é normal, lançar vários livros, mas tem sido assim comigo.

9- Fale um pouco sobre os projetos futuros, um passarinho me contou que está escrevendo livro novo, pode adiantar alguma novidade sobre ele?

Tem um livro surpresa que estou escrevendo em paralelo com ENLAÇADOS. Sobre uma temática que já queria abordar. CEO. Queria pegar um tema bem aceito e bastante explorado e tentar criar algo inédito. Chama UM AMOR DE CEO . Vamos ver.... Tomara que os leitores aprovem. Tenho me dedicado de coração a ele. Estou meio que apaixonada pelos personagens, então sou suspeita. 

E pra fechar existem três livros já roteirizado na fila para serem finalizados. Acontece que é amor, IDENTIDADE e a continuação de TE DESEJO . ( EU TE AMO - Entre Rosas @ Estrelas) mas estes três últimos, todos para 2017.

10- Obrigada pela entrevista e sucessos na carreira!


Obrigada a você e beijo no coração de todos. Vamos que vamos !



Gostou da entrevista? Quer conhecer mais do trabalho da Anne? Então, clique nos títulos dos livros e leiam todos de graça no wattpad. Você pode comprar Te Desejo, no site da amazon, clicando aqui.
Curtam a página da escritora no Facebook, para não perder nenhuma novidade!
Beijos e até a próxima!


15 junho 2016

Profissão Escritor, Paula Mesquita

Meu nome é Paula Mesquita, tenho atualmente 47 anos, separada, mãe de um casal
de filhos, uma com 24 anos e o outro com 17 anos.
Em 2011 quando saí de uma empresa totalmente frustrada profissionalmente, resolvi que iria descansar e ficar sem procurar emprego pelo menos por uns dois meses. Eu havia dado a empresa toda minha dedicação. Virei literalmente duas noites para fechar um determinado serviço e no final das contas, mesmo depois de três anos de trabalho o cargo que eu almejava não foi alcançado pelo simples fato de não ter curso superior. 
Nessa época também me foi negada a chance de estar com o homem que eu amava. Encontrei-me perdida emocionalmente e frustrada profissionalmente.
Comecei a analisar-me para ver onde eu estava errando e questionamentos surgiram...
Por qual motivo eu me encontrava sozinha há sete anos?
Seria mesmo apenas a falta do diploma que me impedia de ter alcançado o cargo
Sem respostas ainda para minhas perguntas, eu fugia constantemente da realidade e imaginava cenas de romance em minha mente onde eu conseguia vencer todos os obstáculos e ser plenamente realizada e amada.
Em uma noite lembrei-me de que amava escrever redações. Então pensei:
- Por que não colocar em palavras todas as imaginações da minha mente aliadas à minha vida real?
Nessa época eu mantinha loucamente um relacionamento virtual com um árabe. Foi então que escrevi sobre nós dois e como eu gostaria que ele tivesse agido. Surgiu “Taminah, a Princesa da Pérsia”.


Conheci através de uma amiga, um homem maravilhoso. O interessante é que tínhamos a mesma ótica para enxergar certas situações. Dávamo-nos muito bem. Para meu espanto somente quase um ano depois, eu soube que ele era um famoso escritor e ator. 
Fiquei aborrecida, mas ele me explicou que sempre fazia isso até descobrir quais eram as reais intenções das pessoas que o conheciam e podia avaliar se iriam mudar depois da verdade ou não. Surgiu “Nova Perspectiva”.
De outra vez conheci um japonês. Ele tinha uma banda pequena numa cidade do Nordeste, pessoa boníssima. Surgiu “Quando o Destino Diz Sim”.
Comecei a trabalhar e com o isso veio às pressões do dia a dia. Desisti de escrever, pois as decepções do cotidiano em todas as áreas da minha vida foram roubando minha motivação.
E assim permaneci durante quatro anos na inércia. Apenas sobrevivendo no mundo como uma espectadora que não tem mais esperança.
No ano de 2014 tive que mudar de cidade por motivos pessoais, saindo da capital do país para uma cidade no interior do Goiás com menos de setenta mil habitantes. Tenho depressão e com isso foi difícil permanecer de pé. Para piorar, nem emprego conseguia.
Como não estava com dinheiro para comprar livros, descobri numa busca de frases de livros o Wattpad e comecei a ler, sendo meu primeiro “O Par Perfeito” da autora Shirlei Ramos. Apaixonei-me... 
Logo em seguida vi uma capa que me chamou a atenção, “Identidade”da autora Brooke J. Sullivan. Li vorazmente e vi que podia encontrar nos livros a tranqüilidade que não conseguia na vida real.
Virei uma leitora insaciável. Sempre gostei de Agatha Christie, Sidney Sheldon, romances de banca como Bianca, Júlia, Barbara Cartland... Meu tempo oscilou entre virtual e físico.
De repente, no início ano de 2015, mais uma situação abalou minha estruturas emocionais, meu querido e amado cunhado faleceu. A fuga para o virtual era mais interessante.
Não me lembro como encontrei um livro chamado “Segredos D’Ella” da autora Lena
Rossi. 
Iniciei a leitura... Na história uma amizade transformou-se em decepção, mas nem por isso a protagonista deixou de viver e buscar vencer seus fantasmas do passado.
Comecei a comentar nos capítulos postados pela autora e um dia vi que ela tinha um grupo no Whatsapp. Entrei e conheci muitas pessoas e autoras. 
Não imaginava que o universo da escrita nacional fosse tão amplo, por conta da péssima divulgação da mídia. Numa das minhas conversas com a Lena Rossi, nem sei o motivos que me levou a comentar que havia escrito três livros. Aí começo minha saga... Ela insistia na questão de que eu devia publicá-los no Wattpad. 
Isso nem passava pela minha cabeça, uma vez que eu não me achava capaz de estar no meio de tantas escritoras maravilhosas que eu lia.
Mas a Lena não desistiu, pelo contrário, insistia cada vez mais até que mostrei minha primeira história escrita. Ela mudou algumas coisas e convenceu-me a publicar.
A interação entre leitor e autor foi apaixonante, a cada capítulo publicado eu me regozijava nos comentários escritos.
A capa era horrível!
Eu particularmente, não tenho nenhum dom criativo para imagens, apenas sei o que quero, mas não consigo colocar em prática. Conheci a Dammy Costa que me ofereceu ajuda nas capas. Resultado: virou minha capista oficial.


Após publicar as três histórias já escritas novas ideias surgiram. Eu queria mostrar ao leitor que podemos ter uma vida difícil, muitas vezes injusta aos nossos olhos, mas que podemos passar por ela de cabeça erguida e com alegria, pois tudo passa e um dia tudo se ajeita.
Percebi que no Wattpad o leitor dava muito importância ao visual dos personagens.
Isso nem passava pela minha cabeça uma vez que sou muito imaginativa, então quando eu lia um livro, e até hoje é assim, eu já imaginava o personagem do meu jeito e todas as cenas se desenrolavam na minha mente fértil. Mas os leitores queriam visualizar as cenas com protagonistas reais. 
E nessa caminhada meu suporte foi a Dom como a chamamos carinhosamente. Ajudou-me em vários livros. A tarefa parecia simples, mas não era de jeito nenhum, pois o avatar tinha que ser visto como um encaixe perfeito ao personagem.
Vencemos mais essa etapa.
A quarta história surgiu em decorrência do personagem de Nova Perspectiva, os leitores queriam saber qual seria o futuro de Dante. Contrariando meu estilo de escrita sobre sequências, resolvi publicar “Podemos Amar Outra Vez?”
Em uma das conversas que eu tinha em outro grupo no Whatsapp vi uma conversa entre leitores que me chamou a atenção. Uma integrante contava como era a história dela com o irmão do seu cunhado. Tinha tudo para ser um romance maravilhoso se não fosse o fato deles não terem terminado juntos.
A história em si era muito atrativa e conversei com ela no privado, mostrando meu interesse em escrevê-la e dar-lhe um final feliz, digno de romances. A ideia agradou muito essa pessoa. 
Passei mais de um mês conversando com os dois. Fiz um grupo somente nosso, ora trocando informações com eles, ora no privado. Nasceu “Minha Melhor Amiga, Meu Amor...” narrada excepcionalmente pelo protagonista. 
Nessa época os leitores gostaram tanto que dei uma entrevista no grupo no Whatsapp Viciados no Wattpad.
Eu me sentia muito feliz e realizada. Eram nos meus livros que iam sendo gravadas situações da minha história de vida juntamente com minhas fantasias.
Por sofrer do mal do século chamado depressão e ver ao redor inúmeros amigos, inclusive escritores, veio a ideia de escrever um livro sobre esse tema e aconteceu “Destino ou Decisão.
Em meados de junho de 2015 tive um sonho com meu cunhado falecido, onde ele me pedia para escrever um livro onde mostrava que mesmo vivendo uma vida sem esperança e sabendo que sua doença jamais teria cura podia-se viver com alegria. 
Esse foi o livro mais difícil de ser escrito. Levei oito meses para concluí-lo, apesar dos poucos capítulos. Uma história forte como denominou minha mãe, mas que extraímos grandes reflexões para nossa vida. 
Nesse livro não consegui montar o elenco.
Nesse momento concluí no Wattpad o livro “Ainda Há Uma Chance” que já está publicado na Amazon. 
Nele mais uma vez mesclo minha realidade com a fantasia. Narro acontecimentos onde uma pessoa que ainda é muito importante na minha vida, prefere a amizade à entrega de uma paixão por medos do passado e convicções mantidas. 
Contudo, mais uma história onde podemos aprender que oportunidades aparecem em nossas vidas, mas cabe a nós agarrá-las. Ninguém fará isso por nós!!!
Hoje, por enquanto, tenho ainda publicado na Amazon, Além dos Limites da Vida e Taminah, a Princesa da Pérsia,  e Surpreendendo Minha Eterna Namorada, conto este publicado em comemoração ao dia dos namorados,  onde Marcelo, protagonista do livro Minha Melhor Amiga, Meu Amor... fez uma emocionante homenagem à sua amada. 
Ele ficará gratuito nos dias onze e doze de junho de dois mil e dezesseis.
Ressalto ainda que cada um dos meus livros serão publicados na Amazon.
Luto também por uma editora que compre minhas ideias, mas sem arrancar-me inicialmente um investimento do qual não disponho.
Porém nesse vasto mundo da literatura nem tudo são flores.
Entristeço-me quando vejo pessoas prometendo-me ajuda e não acontecendo...
Quando vejo a mediocridade de “autores” e “leitores” engolindo-se uns aos outros por se acharem melhores... Quando vejo “amigos” me procurarem prometendo-me  ajuda na divulgação, mas não movendo uma palha... Quando vejo meu email sem sequer uma resposta das editoras informando que aquela não é a obra que elas estavam procurando. O desprezo mata o sentimento.
Quando essas decepções começam a assolar-me, lembro-me por qual motivo resolvi escrever, da motivação que me leva a compartilhar meus segredos mais ocultos e volto para o computador colocando na ponta dos dedos as milhares ideias que povoam a minha mente diariamente.
Gosto de escrever histórias que contam sobre paixões, amores, sensualidade, superação e que acima de tudo possa levar o leitor a refletir sobre qual o caminho que tem trilhado até aqui.
Qual a moral da história que posso tirar como lição de vida? Essa é a pergunta que poderá estar como resposta em um dos meus livros.
Agradeço a Deus em primeiro lugar por conduzir-me até aqui, as pessoas que caminham comigo lado a lado e a Silvânia pela oportunidade em seu blog.
Que Deus nos abençoe!


Gostou? É escritor e quer escrever na coluna falando sobre sua profissão? Envie e-mail para umpoucodetudo01@gmail.com e participe!
Conheça mais da Paula Mesquista através de suas redes sociais: Site, Página do Facebook, Perfil Pessoal, Grupo no Facebook, Wattpad, Twitter, Instagram.
Siga nosso instagram: @blogdetudopouco
Curta nossa página, para não perder nenhuma novidade!






30 maio 2016

Dicas para evitar envelhecimento da pele

Conhecer o seu tipo de pele, comer uma dieta equilibrada e fazer limpeza diária são essenciais para uma pele mais jovem.
No entanto, manter sua pele jovem é mais do que aplicar um bom hidratante, confira algumas dicas de como manter sua pele bem cuidada ao longo dos anos.



Proteja-se do sol

O sol é um grande inimigo da pele se não proteger a pele. No entanto, o sol, além de ser a fonte de energia para a mente e o corpo, também nutre a pele.
É a melhor fonte de vitamina D, o que é necessário para a absorção do cálcio e a saúde dos ossos.
Os médicos hoje recomendam 15 minutos de exposição direta ao sol nas mãos e no rosto para absorver a exigência mínima diária de vitamina D.
Mas, o excesso de exposição ao sol não é uma boa ideia.
O desafio é aproveitar os benefícios do sol e ao mesmo tempo se proteger dos danos, o segredo esta no horário que se toma sol e na quantidade.
Enquanto as pessoas com pele branca definitivamente deve evitar a exposição direta ao sol do meio-dia, curtos períodos de exposição ao sol de manhã é calmante e suave para a pele e permite até mesmo a pele muito sensível absorver a quantidade necessária de vitamina D.

Evite produtos químicos

Produtos químicos em seu shampoo, produtos para a pele ou sabonetes podem irritar a pele.
Um conservante forte ou agente anti-bacteriano em produtos de cuidados da pele, por exemplo, mata as bactérias prejudiciais, mas ao mesmo tempo destrói enzimas que provocam a absorção e lubrificação.
O resultado pode ser manchas permanentes secas, pele sensível, ou a susceptibilidade a danos do sol.
Mesmo aromas sintéticos em produtos para a pele pode ser irritantes. Por esta razão, todos os shampoos, produtos de cuidados da pele e sabonetes estão livres de sulfato de laurel de sódio, que seca e irrita a pele e cabelo; e outros produtos químicos que podem ser cancerígenas, ou causar erupções cutâneas e outras reações alérgicas.

Dica de Leitura - Se eu não tivesse enviado aquele e-mail - por Michelle Guerra

Título: SE EU NÃO TIVESSE ENVIADO AQUELE E-MAIL.
Autor: Fernando Henrique
Páginas: 156
Gênero: Romance
Editora: Ftrinta Books
Ano: 2015

Sinopse: "Estava prestes a apertar ENTER no meu teclado, quando pensei no que tinha me levado àquele gesto tão simples e tão cotidiano mas que ao mesmo tempo possuía uma importância gigantesca. Não para o mundo, claro. Só para mim."

Olá amigos leitores!!! Como vocês estão? Como tem andado a estante virtual ou física de  vocês? Espero que não esteja empacada como a minha rsrsrs  e nem muitos livros para serem terminados. Como sempre, a falta de tempo dessa nossa maratona diária,  atrelada  à paixão e necessidade pela leitura. Essa é minha luta diária, poder ler ao menos uma página ao dia para sentir minha alma alimentada.

Bom, hoje eu trago uma dica “fofa” de um escritor novo que me encantou com sua escrita, seu senso de humor e história de amor. Eu falo de Fernando Henrique autor de SE EU NÃO TIVESSE ENVIADO AQUELE E-MAIL...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...